Meditações Diárias | 1 de Maio | J.C. Philpot

|

Eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á.❞ (Lucas 11:9)

Onde quer que haja oração verdadeira, há insistência. Seja quando for que o Senhor traga tribulações sobre a alma, Ele derrama sobre ela o Espírito de graça e de súplicas. Ele encoraja e capacita a alma a ser insistente para com Ele. O Senhor nos mostrou enfaticamente as bênçãos e benefícios da perseverança e da insistência na oração através de duas parábolas. A primeira, do homem deitado com seus filhos, que não se levantaria e atenderia seu amigo, mas foi vencido por sua insistência. E a outra, da mulher, que tinha uma questão legal, e foi ter com o juiz, que não temia a Deus, nem respeitava o homem; todavia por ela ir ter com ele continuamente acabou por vencê-lo por sua insistência (Lucas 11:5-8, 18:1-7).

Assim, a insistência e a perseverança formam o próprio caráter da oração verdadeira. Se o filho de Deus tem um fardo — se ele está lutando contra uma tentação forte — se a sua alma está passando por alguma provação esmagadora — ele não fica satisfeito em apenas ir ao trono da graça e depois ir embora. Em tais momentos e períodos, o Senhor o capacita com insistência verdadeira; há uma luta sagrada; há desejos fervorosos; há gemidos incessantes; há um trabalho para entrar no descanso; há um esforço por libertação; há um clamor ao Senhor, até que Ele apareça e Se manifeste à sua alma.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão.
Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por William Teixeira