Meditações Diárias | 01 de Junho | J.C. Philpot

|

❝Abre bem a tua boca, e ta encherei.❞ (Salmo 81:10)

Quando o Senhor favorece a sua alma com um doce acesso ao trono da graça, aproveite ao máximo. O que pensaríamos do dono de uma embarcação subindo o rio, se, quando o vento fosse favorável e a maré oportuna, ele não levantasse a âncora, ou içasse a vela diante da brisa, e não aproveitasse a vantagem do vento e da maré? É assim, às vezes, com as nossas almas; um vendaval sopra, um forte vento da graça vem sobre a alma e a maré da fé aumenta. Não é nossa sabedoria, e não uma misericórdia, aproveitar ao máximo um momento tão precioso? Se o Senhor condescende em nos ouvir, não é uma misericórdia contar-Lhe tudo o que nossas almas desejam?

Você se lembra do que o profeta disse ao rei que só feriu o chão com as suas flechas por três vezes e depois parou? “Então o homem de Deus se indignou muito contra ele, e disse: Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então feririas os sírios até os consumir; porém agora só três vezes ferirás os sírios” (2 Reis 13:19). Por vezes é assim conosco. Quando o Senhor nos dá um pouco de acesso a Ele, não o aproveitamos ao máximo. Satanás lança dardos inflamados, alguma circunstância terrena distrai a nossa mente, alguma imaginação imunda se levanta em nosso coração; e em vez de resistirmos ao diabo para que ele fuja de nós, cedemos a ele; a oportunidade se foi, o doce momento é perdido, e pode levar meses antes de voltarmos a ouvir o Rei novamente.

Portanto, será a sua sabedoria e uma misericórdia, quando a ventania soprar e a maré subir, abrir ao máximo cada vela, e chegar o mais longe possível em seu caminho em direção ao refúgio do eterno descanso e alegria.

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por William Teixeira