Meditações Diárias | 02 de Junho | J.C. Philpot

|

❝O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós (1 Pedro 1:20)

Por “nestes últimos tempos” entende-se a presente dispensação, a dispensação da graça sob a qual vivemos, e são chamados os últimos tempos principalmente por duas razões:

  1. Porque Cristo foi manifestado nos últimos dias da dispensação legal da Antiga Aliança, que agora, tendo decaído e envelhecido, esteve perto de acabar (Hebreus 8:13), o que aconteceu quando na destruição de Jerusalém todo o culto no templo, incluindo os sacrifícios oferecidos ali, foi encerrado.
  2. Outra razão pela qual a dispensação sob a qual vivemos é chamada de “os últimos dias” é porque é a revelação final de Deus. É “o tempo aceitável”, “o dia da salvação”, do qual todos os profetas falaram (2 Coríntios 6:2; Atos 3:24).

Cristo está agora em Seu trono de graça; o grande, o glorioso, o único Mediador entre Deus e os homens está agora à destra do Pai; é o Intercessor que é capaz de salvar perfeitamente todos os que se achegam a Deus por meio dEle, visto que Ele vive para sempre para fazer intercessão pelos tais. Ele vive para pleitear, como um Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo, como o grande Sumo Sacerdote sobre a casa de Deus.

Mas Ele deixará o trono da graça para ocupar o Seu assento no trono do juízo; e então estes “últimos dias” serão encerrados em todas as glórias da salvação para os amigos de Cristo, e em todos os horrores da destruição para os Seus inimigos.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por Camila Teixeira