A.W. Pink sobre a Bíblia de “Scofield”

|

Ao tratar do pacto de Deus com Noé em seu livro, “Divine Covenants” [Os Pactos de Deus], A.W. Pink cita uma nota de rodapé da já popular Bíblia de “Scofield”, em que Scofield resume os elementos do pacto noético. Após citar a nota de Scofield, Pink “aconselha fortemente” seus leitores:

Essa é uma simples amostra justa dos conteúdos superficiais que podem ser encontrados nesta bagatela[1] popular, e aconselhamos fortemente que os nossos leitores não desperdicem o seu dinheiro para adquiri-la e nem desperdicem seu tempo lendo-a.❞

Os comentários de Scofield sobre os elementos do pacto noético que levaram A.W. Pink a dizer isso foram os seguintes:

Os elementos dele são: (1) A relação do homem com a terra sob o pacto adâmico é confirmada (Gênesis 8:21). (2) A ordem da natureza é confirmada (Gênesis 8:22). (3) O governo humano é estabelecido (Gênesis 9: 1-6). (4) A terra é protegida contra outro julgamento universal pela água (Gênesis 8:21; 9:11). (5) Uma declaração profética é feita que de Cão descenderá uma posteridade inferior e servil (Gênesis 9:24-25). (6) É feita uma declaração profética de que Sem terá uma relação peculiar com Yahwéh (Gênesis 9:26-27). Toda revelação divina é feita através de homens semitas, e Cristo, segundo a carne, descende de Sem. (7) É feita uma declaração profética de que, a partir de Jafé, descenderão as raças “espalhadas” (Gênesis 9:27). O governo, a ciência e a arte, falando de modo geral, são e têm sido jaféticos, de modo que a história é o registro indiscutível do cumprimento exato dessas declarações”.❞

 


[1] Bagatela: Coisa sem importância, serventia nem utilidade; inutilidade, futilidade. Pink originalmente usa a palavra “catch-penny”, que significa basicamente, “artigo sem valor”.