E-books

A Vida e os Labores de Patrick Hues Mell, por C. Ben Mitchell

A Vida e os Labores de Patrick Hues Mell, por C. Ben Mitchell



Eis o esboço desta querida Biografia:

“Como os homens e mulheres de Hebreus onze, existiram Batistas do Sul pouco conhecidos de nossa geração “dos quais o mundo não era digno” (Hebreus 11:38). Um destes homens era Patrick Hues Mell”.

Nascimento e Primeiros Anos

“Sua mãe era uma mulher de notável individualidade de caráter, intelectual e verdadeiramente uma mulher de Deus, criada no modo estrito do antigo Congregacionalismo, e, sem dúvida, perfeitamente familiarizada com o Breve Catecismo de Westminster [...] Um Trecho de uma carta da senhora Mell ao seu filho demonstra sua grande preocupação pela alma dele (deve-se notar que por esta altura Mell, evidentemente, tinha aspirações ao ministério do Evangelho):

Meu querido filho [...] Sinceramente, como eu desejo que um filho meu seja ministro, ainda assim tremo com a ideia de educar e dedicar um filho à profissão sagrada sem provas previamente satisfatórias de que a sua alma esteja bem com Deus. Meu coração arde por vê-lo em todos os sentidos da palavra como um verdadeiro Cristão. Você deve exercer um zelo sobre si mesmo, para que as ninharias deste mundo não amorteçam os seus sentimentos sobre as grandes questões; que são: quais são as probabilidades de minha salvação, o que eu fiz ou devo fazer para ser salvo? Lembre-se: os que são de Cristo crucificaram suas paixões e concupiscências, crucifique as suas [...] Eu nunca poderei consentir que você estude para o ministério até que eu tenha alguma prova satisfatória de que seu coração foi convertido a Deus, em santa coerência e constância de caráter.

Conversão e Chamada para o Ministério.

“Em seu primeiro discurso a uma turma de formandos (1843) na Universidade de Mercer, Mell disse:

Seus corações devem ser profundamente imbuídos do espírito do Evangelho. Vocês não devem apenas entender, mas sentir essas verdades; não apenas recomendá-las aos outros, mas amá-las vocês mesmos, e ademais, vocês devem pregá-las e se esforçarem em humilde dependência do auxílio do Todo-Poderoso”.

Seu Pastorado e Carreira em Mercer

Um contemporâneo disse sobre Mell:

Como pregador Dr. Mell é forte, capaz, argumentativo e doutrinariamente são, mantendo a sua audiência fascinada pela clareza das suas afirmações e a força de seu raciocínio. Seus argumentos, fundamentados em premissas sólidas, chegam a conclusões inevitáveis. Sobre as grandes Doutrinas do Cristianismo e especialmente os (chamados) “cinco pontos” na teologia, ele é especialmente capaz. Sobre as Doutrinas distintivas de sua denominação, ele é particularmente forte e conclusivo, sempre refutando aqueles que colocam-se em oposição a ele.

Mas, para... jovens pregadores, ele passou a dizer:

Impregnem-se, por si mesmos na mente inesgotável da verdade do Evangelho. Isso é necessário para a sua ampla e permanente utilidade, e, como ministros instruídos, vocês são obrigados a fazê-lo.

Na Universidade da Geórgia

O Príncipe dos Parlamentares

O Ataque Nervoso de Mell

Vários dias antes de seu ataque debilitante, Mell estava no púlpito da igreja Antioch...

“Devo eu, deixá-los, como eu vos encontrei, fora de Cristo? Devem todos os meus argumentos, minhas súplicas, minhas orações, serem apenas tantas mós amarradas aos seus pescoços para arrastá-los para baixo rumo à perdição? Minhas palavras são claras. Já vos alertei sobre a justa indignação de Deus. Tenho vos cortejado com a doçura do amor de Cristo”. Levantando os olhos, solenemente, ele disse: “Deus é minha testemunha, não me esquivei de vos anunciar todo o conselho de Deus, mas, oh, como posso deixá-los. Para muitos de vocês, eu sinto, será apenas um pouco de tempo, até que tenhamos uma doce conversa em um mundo melhor, mas para vocês que têm resistido à força do Evangelho por tanto tempo, deverei permanecer em juízo contra vocês?”

Embora impressionado pensando que o momento de sua própria morte estivesse próxi-mo, Mell foi aliviado pela sua utilidade futura. Depois de sofrer por quase um ano, o médico de Mell prescreveu um cruzeiro. Após seu retorno, e com mais um ano de descanso, em 1874, Mell retomou seus labores na Universidade de Geórgia e ambas as igrejas, com ainda mais vigor do que antes.

Doença e Morte

No dia vinte e seis de janeiro de 1988, Patrick Hues Mell encontrou seu descanso eterno nos braços de Seu amado Pai Celestial. Três dias antes de sua morte, ele foi ouvido dizer: “Tenho sido um maravilhoso filho da Providência, se não for da graça”. Seu filho lembrou das últimas horas de Dr. Mell:

Em intervalos, ele dizia: “Eu entrego a minha alma para Deus em Cristo Jesus — a Deus seja a Glória”. “Uma vez que eu estive morto, mas agora estou vivo. No outro mundo eu sou totalmente compreendido e plenamente apreciado — totalmente compreendido e plenamente apreciado”. Ele proferiu estas palavras exatamente como escritas — repetindo a última parte da sentença. Parecia que aqueles que o assistiam foram autorizados a penetrar o véu que paira entre este e o outro mundo, e que ele realmente viu o sorriso compreensivo e de aprovação no rosto de seu amado Mestre.

Pouco antes de sua última respiração, ele disse: “Quase em casa?”. E fez um esforço para dizer algo mais, porém não conseguiu. Em seguida, ele tentou cruzar os braços sobre o peito e morreu tranquilamente — adormeceu nos braços de Jesus, por Quem ele havia combatido uma luta valorosa, e no final de longos anos de vida útil foi levado para o seu galardão.

•••

“... graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (1 Coríntios 15:57-58).
 


INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: