Textos

 
1  2  3  >  > >

Devocional Banco da Fé • 17 de Janeiro

 

Um Homem Sem Medo

“E disse: Certamente eu serei contigo.” (Êxodo 3:12)

É claro que se o Senhor enviou Moisés em uma missão, Ele não o deixará ir sozinho. Diante do grande risco que isso implicaria e o enorme poder que isso exigiria, seria ridículo Deus enviar um pobre hebreu solitário para enfrentar o rei mais poderoso de todo o mundo e, depois, deixá-lo sozinho. Não poderíamos imaginar que um Deus sábio igualaria o pobre Moisés a Faraó e às enormes forças do Egito. Por isso Ele diz: “Certamente eu serei contigo”, como se estivesse fora de questão que Ele o deixasse ir só.

No meu caso, também, a mesma regra será válida. Se eu vou ao serviço do Senhor com uma simples confiança em Seu poder e olhando somente para a Sua glória, é certo que Ele estará comigo. Seu envio me une à Sua ajuda. Isso não é o suficiente? 

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 16 de Janeiro

 

Mesmo o Clamor Mais Fraco

“E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” (Joel 2:32)

Por que eu não invoco o Seu nome? Por que eu corro para este ou aquele próximo quando Deus está tão perto e ouvirá o meu clamor mais fraco? Por que eu sento, elaboro esquemas e invento planos! Por que não lanço a mim mesmo e meu fardo sobre o Senhor? Aquele que corre em linha reta é o melhor corredor — por que eu não corro imediatamente ao Deus vivo? Eu buscarei em vão por livramento em qualquer outro lugar; mas em Deus eu encontrarei libertação; pois aqui eu tenho a Sua promessa real para tornar isso seguro.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 15 de Janeiro

 

Enriquecidos pela Fé

“Porque o necessitado não será esquecido para sempre, nem a expectação dos pobres perecerá perpetuamente.” (Salmo 9:18)

A pobreza é uma condição difícil; mas aqueles que confiam no Senhor são enriquecidos pela fé. Eles sabem que não são esquecidos por Deus, e embora pareça que são negligenciados em Sua distribuição providencial de coisas boas, eles esperam por um tempo em que tudo isso será corrigido. Lázaro não permaneceu entre os cães diante da porta do homem rico, mas teve a sua recompensa no seio de Abraão. Mesmo agora, o Senhor Se lembra dos Seus pobres e preciosos filhos: “eu sou pobre e necessitado; contudo o Senhor cuida de mim” [Salmo 40:17], disse um dos antigos, e é assim de fato. 

Os pobres que são piedosos têm grandes expectativas. Eles esperam que o Senhor lhes forneça todas as coisas necessárias para esta vida e para a piedade; eles esperam ver que as coisas cooperam para o bem deles; eles esperam ter comunhão mais íntima com o seu Senhor, quem não tinha onde reclinar a cabeça; eles esperam Sua segunda vinda e compartilhar a Sua glória. Essa expectativa não perecerá, pois é depositada em Cristo Jesus, que vive para sempre, e porque Ele vive, também viveremos. 

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 14 de Janeiro

 

Alívio é uma Dádiva

 

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” (Mateus 11:28)

 

Nós, que somos salvos encontramos alívio em Jesus. Aqueles que não são salvos receberão alívio se eles vierem a Ele, pois aqui Ele promete dar alívio. Nada pode ser mais gratuito do que uma dádiva; aceitemos de bom grado o que Jesus concede de boa vontade. Você não deve comprá-la, nem a tomar emprestada, mas recebê-la como um presente. Você se esforça sob o chicote da ambição, da cobiça, da luxúria ou da ansiedade: Jesus o libertará desta escravidão de ferro e lhe aliviará. Você está “carregado”, sim, “sobrecarregado” com o pecado, medo, cuidado, remorso, temor da morte; mas se você for a Jesus, Ele o aliviará.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 13 de Janeiro

 

Nunca Lançados Fora

 

“O que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.” (João 6:37)

 

Existe algum exemplo do Senhor lançando fora alguém que veio até Ele? Se houvesse, nós gostaríamos de saber; mas não houve nenhum caso desse tipo, e nunca haverá. Entre as almas perdidas no inferno não há quem possa dizer: “Eu fui a Jesus, e Ele me rejeitou”. Não é possível que você ou eu seria o primeiro em relação a quem Jesus violaria a Sua Palavra. Não vamos imaginar tão triste suspeita.

 

Suponha que vamos a Jesus agora em relação aos males de hoje. Oh, disso podemos ter a certeza, Ele não recusará nos ouvir ou nos expulsará. Aqueles de nós que temos ido muitas vezes e aqueles que nunca foram antes, vamos juntos e veremos que Ele não fechará a porta da Sua graça diante de qualquer um de nós.

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

1  2  3  >  > >