Textos

Uma Breve Biografia de Elias Keach (Filho de Benjamin Keach)

Elias Keach foi o filho bárbaro e rebelde do renomado Benjamin Keach, de Londres, que chegou à Filadélfia em 1686. O jovem Keach tinha apenas dezenove anos e viajou para América a fim de escapar da disciplina de seu pai e de sua mão, fazer sua fortuna e provar que não precisava de seus pais ou de sua religião. 

Para ser aceito e respeitado, ele se vestia como clérigo. Quando se descobriu que se tratava do filho de Benjamin Keach, ele foi imediatamente convidado para pregar. Uma congregação sedenta se reuniu para ouvir seu sermão. Keach se vestiu com elegância em sua batina, e provavelmente usando um dos sermões de seu pai começou seu discurso. Mas cerca da metade do caminho, parou repentinamente atormentado pela enormidade de sua hipocrisia e pecado. O povo assumiu que ele foi acometido de um mal súbito. Quando se reuniram em torno dele e perguntaram a causa de seu medo, ele se derreteu em lágrimas, confessou sua fraude e se lançou sobre a misericórdia de Deus, implorando perdão por todos os seus pecados. 

Elias viajou imediatamente para a Igreja de Cold Springs, a primeira igreja Batista estabelecida na Pensilvânia, e derramou seu coração ao ancião Thomas Dugan. O velho pastor Batista carinhosamente o tomou pela mão e o conduziu a Cristo. Elias se apresentou à igreja como candidato ao batismo e à filiação, e depois de ser ouvido seu testemunho e de ter convencido acerca da genuinidade de sua experiência, foi batizado por Dugan. 

Logo depois de a igreja reconhecer seus dons extraordinários e habilidades oratórias, ordenaram-lhe ao ministério do Evangelho e lhe enviaram para pregar Jesus e a ressureição. Ele retornou a Pennepek onde começou a pregar com grande poder e onde batizou muitos convertidos. 

Em 1688, fundou a Igreja Batista Baixa Dublin que se tornou mãe de várias outras igrejas das quais surgiria a Associação Batista Filadélfia, a associação mais antiga na América. O zelo de Keach na pregação do Evangelho não podia ser contido em uma única igreja local. Ele viajou extensivamente, pregando em Trenton, Filadélfia, Middletown, Cohansey, Salem, e muitos outros lugares, batizando os convertidos na comunhão da Igreja de Pennepek. Todos os Batistas em Nova Jérsei e Pensilvânia estavam ligados à Igreja Baixa Dublin, com exceção da Igreja em Cold Springs. 

O ministério de Keach continuou a prosperar até que os membros começaram a contender acerca da imposição de mãos após o batismo, a predestinação, o cantar salmos e outras questões. Logo depois de surgirem essas controvérsias, Keach resignou de seus deveres pastorais em 1689 e retornou a Londres. 

Depois de se reunir à sua família, organizou uma igreja em Londres na Ayles Street, Goodman Fields, onde pregou para grandes multidões, e em nove meses batizou mais de 130 pessoas. Keach pregava frequentemente para mais de 1500 pessoas e publicou muitas obras que foram amplamente distribuídas. 

Tragicamente, ele morreu por causa de uma enfermidade em 1701, com 34 anos, mas as obras que ele começou na Pensilvânia e Nova Jérsei há mais de trezentos anos ainda produzem frutos – “Depois de morto, ele ainda fala.”

__________
Via: Igreja Batista Emanuel
 

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: