Textos

Devocional Banco da Fé • 24 de Abril

Condição da Bênção

 

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.” (Malaquias 3:10)

 

Muitos leem e pleiteiam essa promessa sem perceber a condição sob a qual a bênção é prometida. Não podemos esperar que o céu esteja aberto ou que a bênção seja derramada, a menos que paguemos as nossas dívidas ao Senhor nosso Deus e à Sua causa. Não haveria falta de recursos para fins santos, se todos os cristãos professos pagassem aquilo que é justo.

 

Muitos são pobres porque roubam a Deus. Muitas igrejas, também, perdem a visitação do Espírito, porque fazem os seus ministérios padecerem de fome. Se não houver refeição para os servos de Deus, não precisamos ficar surpresos por seus ministérios nutrirem pouco as nossas almas. Quando as missões definham por falta de recursos e a obra do Senhor é prejudicado por causa de um cofre vazio, como podemos esperar muita prosperidade em nossas almas?

 

O que tenho dado nos últimos tempos? Eu fui avarento diante do meu Deus? Tenho sido limitado com o meu Salvador? Isso nunca fará bem. Que eu dê ao meu Senhor Jesus o Seu dízimo, ajudando os pobres e ajudando a Sua obra, e em seguida, provarei o Seu poder para me abençoar muitíssimo.

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: