Textos

 
<  1  2  3  4  5  >  > >

Devocional Banco da Fé • 9 de Janeiro

 

Ganhando ao Dar

 

“A alma generosa prosperará.” (Provérbios 11:25)

 

Se eu desejo prosperar na alma, não devo acumular em meus estoques, mas devo distribuir aos pobres. Acumular é o caminho do mundo para a prosperidade, mas não é o caminho de Deus, pois Ele diz: “Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda” [Provérbios 11:24]. A maneira da fé de ganhar é dar. Devo tentar isso constantemente, e eu posso esperar prosperidade que será boa para mim, a qual virá como recompensa graciosa por uma ação generosa.

Veja mais

Fundamento Bíblico Para Credos, Confissões e Declarações de Fé, por Jon English Lee

 

Existe um argumento bíblico para a existência e uso de credos, confissões e declarações de fé pela Igreja? Ou seja, por que uma igreja tem autoridade para exigir de seus membros a subscrição de um documento derivado da Bíblia? Para responder a essa pergunta destacarei vários pressupostos subjacentes e as implicações do Novo Testamento que se referem aos falsos mestres e o uso adequado da doutrina.

 

• A autoridade das Escrituras não é o que os falsos mestres muitas vezes negam.

 

Nas epístolas pastorais de Paulo não vemos quaisquer falsos mestres que debatem com Paulo sobre a autoridade das Escrituras. Em vez disso, a autoridade das Escrituras é assumida por ambas as partes. No entanto, Paulo deixa claro que por confessarem interpretações inválidas, esses falsos mestres se desviaram da fé da Bíblia (por exemplo, 1 Timóteo 1:19-20; 4:1-3; 2 Timóteo 2:15-18).

 

• Paulo assume que existem falsas interpretações das Escrituras.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 25 de Dezembro

 

Jesus veio; Jesus está vindo

 

“Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” (Atos 1:11)

 

Neste dia, muitos estão celebrando a primeira vinda de nosso Senhor; vamos voltar os nossos pensamentos para a promessa da Sua segunda vinda. Esta é tão certa quanto o primeiro advento e deriva uma grande medida de sua certeza a partir dele. Aquele que veio como um homem humilde para servir, seguramente virá para ter a recompensa de Sua obra. Aquele que veio sofrer não tardará em vir reinar.

 

Esta é a nossa gloriosa esperança, porque nós compartilharemos a Sua alegria. Hoje estamos em nosso desprezo e humilhação, assim como Ele esteve enquanto aqui abaixo; mas quando Ele vier, nós seremos manifestos, como Ele será revelado. 

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 16 de Dezembro

 

Expulsão Divina

“Porque expulsarás os cananeus, ainda que tenham carros de ferro, ainda que sejam fortes.” (Josué 17:18)


Este é um grande incentivo para a bravura na certeza da vitória, pois, deste modo um homem vai para a guerra confiante e valente, onde antes ele temia. Nossa guerra é contra o mal dentro de nós e ao nosso redor, e nós devemos ser convencidos de que somos capazes de conseguir a vitória e que devemos obtê-la em nome do Senhor Jesus. Nós não estamos correndo para uma derrota, mas para a vitória, e venceremos. A graça de Deus em Sua onipotência é manifestada para expulsão do mal em todas as formas: daí a certeza do triunfo.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 11 de Dezembro

 

Confie e Faça; Faça e Confie

 

“Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra, e verdadeiramente serás alimentado.” (Salmos 37:3)

 

Confiar e fazer são palavras que ficam bem juntas, na ordem em que o Espírito Santo as colocou. Devemos ter fé e esta fé deve agir. A confiança em Deus nos estabelece em afazeres santos, nós confiamos em Deus para o bem e então nós fazemos o bem. Nós não ficamos parados, porque nós confiamos, mas nós despertamos a nós mesmos e esperamos que o Senhor opere através de nós e por nós. Não devemos confiar e fazer o mal, mas confiar e fazer o bem. Nós também não confiamos e ficamos sem agir, nem agimos sem confiar.

 

Adversários nos derrubariam se eles pudessem; mas por confiarmos e fazermos o bem, nós habitamos na terra. Não entraremos no Egito, mas permaneceremos na terra de Emanuel — a providência de Deus, a Canaã do amor pactual. Nós não seremos derrotados facilmente como os inimigos do Senhor supõem. Eles não podem expulsar-nos, nem atacar-nos: onde Deus nos deu um nome e um lugar, ali nós habitaremos.

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

<  1  2  3  4  5  >  > >

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: