Textos

 

A Seriedade Exigida No Púlpito Evangélico, por Abraham Booth

 

 [Excerto de Um Ensaio sobre o Reino de Cristo, por Abraham Booth]

 

Alguns, de diferentes comunhões, têm agido deliberadamente como se o trabalho do pregador fosse um mero julgamento de habilidade, e como se um púlpito fosse o palco de um arlequim. Para exibir a fertilidade de sua invenção, eles selecionaram por textos meros pedaços de linguagem da escritura; o que, longe de conter proposições completas, não têm, por sua perversão, transmitido uma única ideia. Sobre isso eles discursam enquanto a multidão ignorante tem estado muito surpresa de que o pregador pudesse encontrar tanto onde as capacidades comuns nada perceberam. Às vezes, estes homens geniais escolherão passagens das Escrituras expressivas de fatos históricos simples que não têm ligação com a grande obra da salvação por meio de Jesus Cristo, e as tratarão (não declaradamente por meio de acomodação, pois, então, isso poderia ser evidenciado) como se fossem alegorias sagradas. Tais fatos históricos sendo espiritualizados, como eles gostam de chamar isto, doutrinas, privilégios e deveres em abundância, são facilmente derivados dos mesmos.

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: