Textos

 
1  2  >

Devocional Banco da Fé • 1 de Maio

 

Cheios de Cântico

“Os montes e os outeiros romperão em cântico diante de vós, e todas as árvores do campo baterão palmas.” (Isaías 55:12)


Quando o pecado é perdoado, a nossa maior tristeza tem fim e nosso verdadeiro prazer começa. Essa é a alegria que o Senhor concede aos Seus remidos, de modo que transborda e enche toda a natureza com deleite. O mundo material oculta música em si, e um coração regenerado sabe como trazê-la à tona e torná-la vocal. A criação é um instrumento musical, e um homem gracioso descobre as suas chaves, coloca nela a sua mão, e desperta todo o universo para a harmonia do louvor. Montes e outeiros, e outras coisas grandes da criação, são, por assim dizer, o baixo do coro; enquanto as árvores do campo, e todas as coisas que têm vida útil, respiram a canção melodiosa.

Quando a Palavra de Deus prospera entre nós e as almas são salvas, então tudo parece cheio de música. Quando ouvimos as confissões dos jovens crentes e os testemunhos de santos bem instruídos, ficamos tão felizes que precisamos louvar ao Senhor, e depois parece que montes, outeiros, bosques e campos ecoam as nossas notas alegres e transformam o mundo em uma orquestra. Senhor, neste feliz dia de maio conduz-me em Teu mundo melodioso e tão rico em louvor como uma cotovia cheia de cantos.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 25 de Abril

 

O Que Deixar às Crianças

“O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele.” (Provérbios 20:7)


A ansiedade a respeito de nossa família é natural, mas seremos sábios se nós a transformarmos em cuidado sobre o nosso próprio caráter. Se andarmos perante o Senhor em integridade, abençoamos mais os nossos descendentes do que se deixássemos grandes propriedades. A vida santa de um pai é um rico legado para os seus filhos.

O homem reto deixa o seu exemplo aos seus herdeiros, e isso por si só será uma mina de riqueza verdadeira. Muitos homens creditam o seu sucesso na vida ao exemplo dos seus pais!

Tal homem também deixa a sua reputação. Os homens pensam melhor de nós se somos filhos de um homem confiável ou sucessores de um comerciante de excelente reputação. Oh, que todos os homens jovens sejam ansiosos para manter o nome da família!

Acima de tudo, o homem justo deixa aos seus filhos as suas orações e as bênçãos do Deus que ouve as orações, e estes fazem nossos filhos ser favorecidos entre os filhos dos homens. Deus irá salvá-los mesmo depois que nós estivermos mortos. Oh, que eles fossem salvos logo!

Nossa integridade pode ser um meio divino para a salvação de nossos filhos e filhas. Se eles veem a verdade de nossa religião provada por nossas vidas, pode ser que eles mesmos creiam em Jesus. Senhor, cumpra esta palavra em minha casa!

Veja mais

O Incomparável e Irrecusável Chamado de Cristo para Mulheres, por Thomas Vincent

 

[Excerto de O Chamado de Cristo Para Mulheres Jovens • Thomas Vincent]

“Ouve, filha, e olha, e inclina os teus ouvidos; esquece-te do teu povo e da casa do teu pai. Então o rei se afeiçoará da tua formosura, pois ele é teu Senhor; adora-o.” (Salmos 45:10-11)


Este Salmo é chamado de cântico de amores, o mais elevado, puro e espiritual, e mais querido, doce e deleitoso dos amores, ou seja, aquele amor que existe entre Cristo, o Amado, e Sua Igreja, que é a Sua esposa. Aqui é apresentado, em primeiro lugar, o Senhor Jesus Cristo em Sua majestade, poder e Divindade, Sua verdade, mansidão e equidade; e em seguida, a esposa é estabelecida no que diz respeito aos seus enfeites, companhias, auxílios, e posteridade. E ambos estão definidos no que diz respeito à sua amabilidade e beleza.

Depois de ser feita uma descrição de Cristo, um convite é feito à Sua esposa, e esta dentre filhos dos homens, chamados pelo nome de “filha”. Portanto, é particularmente aplicável às filhas dos homens, ainda assim, não como excluindo os filhos dos homens como mais do que quando Deus fala aos filhos dos homens, Ele exclui as filhas. Falarei agora as palavras e, a partir daí observarei esta doutrina, de modo tão abrangente quanto eu possa fazê-lo [...].

1. Cristo desposa e Se compromete com pessoas, para Si mesmo neste mundo. A cerimônia pública do casamento é reservada até o último dia em que Sua esposa deve ser trazida a Ele com vestes brancas e vestimenta de justiça perfeita, mais rica e minuciosa do que qualquer bordado. A festa de casamento será realizada na casa de Seu Pai no Céu, onde serão recebidos nos abraços mais próximos e mais apertados de Seu amor. O desposamento entre eles e o casamento é vinculado aqui...

Veja mais

Como Cristo é Totalmente Desejável?, por John Flavel

 

[Excerto da Obra Cristo, Totalmente Desejável • John Flavel • Editado]

“Sim, Ele é totalmente desejável.” (Cânticos 5:16)


Eu prometo mostrar-lhes em que aspectos Cristo é totalmente desejável:

Ele É Desejável Em Sua Pessoa

Primeiramente, Ele é totalmente desejável em Sua Pessoa: Ele é a Deidade habitando em carne (João 1:14). A maravilhosa, perfeita união da natureza Divina e humana em Cristo fazem dEle um objeto de admiração e adoração tanto para anjos quanto para os homens (1 Timóteo 3:16). Deus nunca apresentou ao mundo uma visão tal da glória antes. Considerem como a natureza humana de nosso Senhor Jesus Cristo é transbordante em todas as graças do Espírito, de tal forma como nunca nenhum dos santos foi preenchido. Oh, que amorável pintura isto retrata a respeito dEle! João 3:34: “pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.” Isto faz dEle o “mais formoso do que os filhos dos homens; e a graça se derramou em teus lábios” (Salmo 45:12). Se uma pequena medida de graça nos santos os tornam doces e desejáveis companhias, o que as riquezas do Espírito de graça preenchendo Jesus Cristo sem medida devem torná-lO aos olhos dos crentes? Oh, que glória isto deve estabelecer sobre Ele!

Ele É Desejável Em Seus Ofícios

Em segundo lugar, Ele é totalmente desejável em Seus ofícios: consideremos por um momento a adequada, plena e consoladora natureza deles...

Veja mais

A Total Desejabilidade de Cristo, por John Flavel

 

[Excerto da Obra Cristo, Totalmente Desejável • John Flavel]


Jesus Cristo é a Pessoa mais amorável (desejável) a quem as almas podem lançar seus olhos. “Tu és mais formoso do que os filhos dos homens” (Salmos 45:2).

Ele É “Totalmente Desejável”

Aqui é dito de Jesus Cristo, o que não pode ser dito de nenhuma das meras criaturas, que Ele é “totalmente desejável” [...].

Consideremos esta excelente expressão, e particularmente reflitamos no que está contido nela, e vocês descobrirão esta expressão “totalmente desejável.”

Primeiramente, isto exclui de Jesus Cristo toda a desamabilidade e desagradabilidade. Co-mo um teólogo disse há tempos atrás: “Não há nada nEle que não seja amorável”. As excelências de Jesus Cristo são perfeitamente exclusivas de todas as suas oposições; não há nada de característica ou qualidade contrária encontrada nEle para contaminar ou desvalorizar a Sua excelência. E neste aspecto Cristo infinitamente transcende a mais excelente e amável das coisas criadas. Qualquer que seja a amabilidade encontrada nelas, não há nada sem desagrado.

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

1  2  >

INSCREVA PARA RECEBER
NOSSAS ATUALIZAÇÕES: