Textos

 
1  2  >

Devocional Banco da Fé • 23 de Dezembro

 

O Mais Excelente

 

“E de José disse: Bendita do Senhor seja a sua terra, com o mais excelente dos céus, com o orvalho e com o abismo que jaz abaixo.” (Deuteronômio 33:13)

 

Podemos ser ricos em coisas como as que José obteve, e podemos tê-las em um sentido mais elevado. Oh, “o mais excelente dos céus”!

 

Poder com Deus e a manifestação do poder de Deus são muito preciosos. Gostaríamos de desfrutar da paz de Deus, da alegria do Senhor, da glória do nosso Deus. Nós valorizamos a bênção e a comunhão das três Pessoas Divinas em amor e graça mais do que o ouro refinado. As coisas da terra são como nada quanto à preciosidade em comparação com as coisas do céu.

 

“O orvalho”. Quão precioso é este! Como oramos e louvamos quando temos o orvalho! Que refrigério, crescimento, perfume, que vida existe em nós quando o orvalho vem. 

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 7 de Dezembro

 

Dom da Força e Benção de Paz

 

“O Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz.” (Salmos 29:11)

 

Davi tinha acabado de ouvir a voz do Senhor em uma tempestade e tinha visto o Seu poder no temporal cujo caminho ele havia descrito; e agora, na calmaria após a tempestade, este poder irresistível pelo qual o céu e a terra são abalados é prometido ser a força dos eleitos.

 

Aquele que voou sobre as asas do vento dará asas de águia aos Seus redimidos; Aquele que faz tremer a terra com a Sua voz aterrorizará os inimigos de Seus santos e dará paz aos Seus filhos. Por que somos fracos quando temos força divina para a qual recorrer? Por que ficamos incomodados quando a paz do próprio Senhor é nossa? Jesus, o poderoso Deus, é a nossa força; vamos permanecer nEle e sair para o nosso serviço. Jesus, nosso bendito Senhor, também é a nossa paz; vamos descansar nEle neste dia e pôr fim aos nossos medos.

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 19 de Novembro

 

Da Obediência à Bênção

 

“Desde este dia vos abençoarei.” (Ageu 2:19)

 

As coisas futuras estão escondidas de nós. No entanto, aqui há um espelho no qual podemos ver os anos que ainda existirão. O Senhor diz: “Desde este dia vos abençoarei”.

 

É importante observar o dia que é referido nesta promessa. Tem havido falha nas colheitas, seca e peste, e tudo por causa do pecado do povo. Agora, o Senhor viu esses queridos castigados começando a obedecer a Sua Palavra e a construir o Seu templo, e, por isso Ele diz: “Considerai, pois, vos rogo, desde este dia em diante... desde o dia em que se fundou o templo do Senhor... deste este dia vos abençoarei”. Se nós temos vivido em qualquer pecado, e o Espírito leva-nos a buscarmos purificação, podemos ter como certa a bênção do Senhor. Seu sorriso, Seu Espírito, Sua graça e mais completa revelação de Sua verdade, todos estes se tornarão uma bênção ampliada. 

Veja mais

Devocional Banco da Fé • 18 de Novembro

 

Evidentemente Sobrenatural
 

“Naquele dia o Senhor protegerá os habitantes de Jerusalém; e o mais fraco dentre eles naquele dia será como Davi, e a casa de Davi será como Deus, como o anjo do Senhor diante deles.” (Zacarias 12:8)
 

Um dos melhores métodos do SENHOR defender o Seu povo é torná-los fortes na força interior. Homens são melhores do que muros e a fé é mais forte do que castelos.
 

O Senhor pode tomar o mais fraco entre nós e fazê-lo como Davi, o campeão de Israel. Senhor, faça isso comigo! Infunda Teu poder em mim e me encha de coragem santa para que eu possa enfrentar o gigante com funda e pedra, confiante em Deus.

Veja mais

O Reino de Cristo, Seus Privilégios, Riquezas e Honras, por Abraham Booth

 

 [Excerto de Um Ensaio sobre o Reino de Cristo, por Abraham Booth]

 

 “Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo” (João 18:36).

 

Riqueza, títulos e autoridade são frequentemente conferidos pelos príncipes seculares; mas estes são todas coisas exteriores. Uma patente de nobreza ou um ofício lucrativo, não dão sabedoria para a mente, não há paz para a consciência, nenhuma santidade para o coração. O possuidor, apesar de seu título rentável e esplendor abundante, pode ser um tolo, um desgraçado e uma vergonha para a espécie humana. As maiores honras e os maiores emolumentos que os súditos de um reino terreno podem desfrutar, todos eles, são insatisfatórios; e, portanto, os primeiros favoritos dos príncipes temporais são, por vezes, os mais infelizes. Disso, nós temos um exemplo notável em Hamã, o principal favorito de Assuero. Grandes privilégios e honras exaltadas são fruídos, comparativamente, por pouquíssimos súditos de qualquer monarca temporal, a natureza da questão, evita com que elas se tornem generalizadas entre os habitantes de qualquer país. Ducados, marquesados e concessões da coroa, são apenas raramente concedidos, conforme a constância da fidelidade de seus súditos. Além disso, esses favores ilustres são de curta duração e bastante incertos.

 

Ao passo que os privilégios, emolumentos e honras do reino de nosso Senhor são todos eles espirituais e interiores. Eles são adequados para o estado de uma mente iluminada, para os sentimentos de uma consciência despertada e para os desejos de um coração renovado.

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

1  2  >