Textos

 

Uma Escala Ascendente Ou Passos Para Ações De Graças, por J. C. Philpot

 

Pregado em Providence ChapelOakham, em 13 de junho de 1865.

 

“Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades, que sara todas as tuas enfermidades, que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia.” (Salmos 103:3-4)

 

Tudo o que Deus faz, tudo o que Deus tem feito, é para a Sua própria glória. Um Ser tão glorioso, como o grande auto-existente EU SOU não pode ter nenhum outro objeto, finalidade ou objetivo além de Sua própria glória e Sua manifestação às inteligências criadas. As Escrituras testemunham abundantemente esta verdade. Quando, por exemplo, elas falam sobre a criação, seu testemunho é: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos” [Salmos 19:1]. Assim testemunha o Salmo 8:1: “Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus!”. Em um modo similar, no Livro de Apocalipse, uma canção de louvor emana dos vinte e quatro anciãos: “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas” (Apocalipse 4:11).
 

Veja mais

TEMAS

AUTORES

ARQUIVOS

INSCREVA PARA RECEBER NOSSAS ATUALIZAÇÕES: