Lugar de Refúgio, por Anne Dutton

|

[Cartas de Anne Dutton Sobre Temas Espirituais • I may lose all created sweets]

 

Querida Irmã,

 

Bendito seja Deus, Ele tem me feito muito bem por meio da aflição de meu último ano. O Senhor tem me humilhado sob a Sua poderosa mão, unido a minha vontade à Sua, purificado meus desejos, exercitado a minha fé, esperança e paciência, e fez-me, em alguma boa medida, viver nEle mesmo como o meu presente e eterno tudo. Eu tenho estado mais preocupada com meu dever de “glorificar a Deus na fornalha”, do que meramente ser liberta da tribulação. E bendito seja o meu terno Pai, Ele estabeleceu limites para a minha aflição em Seu próprio querido tempo, que é em todos os sentidos, o melhor. Aquele que me permitiu “confiar nEle nas trevas”, e debruçar-me sobre o meu Deus, meu Deus, mais uma vez me trouxe para a luz, e eu tenho contemplado a Sua justiça. Oh, quão bem-aventurado é o homem que tem o Deus de Jacó por seu auxílio! — por sua ajuda na tribulação e livramento dela.

 

Mui miserável é aquela alma que não tem especial participação salvífica em Deus. Um tempo virá quando todas as criaturas falharão com ela; quando cada fonte de conforto secará, e nada permanecerá com ela, a não ser um oceano de miséria sem fim, cercando-a por todos os lados; mas, “dizei ao justo que bem lhe irá” [Isaías 3:10]. Oh, quanto bem há com um homem justo em todas as mudanças, nos maiores males que ocorrem com ele! A face da providência pode mudar, amigos podem falhar, e seu próprio coração e carne também; mas Deus, o Deus imutável, que é a força de seu coração, e sua porção para sempre, nunca o decepcionará, nem o abandonará.

 

Oh, esta é a minha intensa consolação: Cristo é meu, e eu tenho o suficiente. Eu posso perder todas as doçuras criadas; mas, desde que eu não perca o meu Deus nEle, eu tenho um oceano de delícias, de prazeres sempre frescos, que serão novos e plenos pelos séculos sem fim!

 

Os tempos parecem muito tenebrosos. Nosso Senhor tem a Sua pá em Sua mão, e Ele limpará a Sua eira. Esta será a misericórdia das misericórdias para aqueles que serão encontrados na corte dos adoradores quando o átrio exterior for pisado, quando o Senhor esquadrinhará a Jerusalém com lanternas e castigará os homens que se espessam como a borra do vinho. Nós temos razões para temer os juízos do Senhor, os quais pairam sobre nós pelos pecados de Seu povo, e pecados da nação. Oh, que um espírito de súplicas fosse derramado sobre os homens de oração; então, talvez nós esperaríamos que o Senhor voltaria e Se arrependeria, e deixaria uma bênção atrás de Si. Mas, infelizmente! Estamos adormecidos; e o dia do Senhor pode vir sobre nós como um ladrão, à noite. Felizes são aqueles que são mantidos vigilantes; que preveem o perigo da segurança carnal, e fogem para o refúgio, para a sombra das asas de Jeová. Pois, certamente, no Senhor, no pior dos tempos, os Seus filhos terão um lugar de refúgio.

 

Grande graça seja com você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.