As Marcas e Bênçãos das Ovelhas de Cristo, por Robert Murray M´Cheyne

|

“Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito. As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. Eu e o Pai somos um.” (João 10:26-30)

 

Não há nada mais surpreendente para um leitor atento do Evangelho do que notar o pouco sucesso que Cristo teve na conversão dos pecadores. Embora Ele falasse com tal amor como homem algum falou antes, Cristo teve que queixar-Se, assim como nós, "Vós não credes". Oh, irmãos! É de se admirar, então, que haja tão poucos crentes entre nós, assim como houve tão poucos convertidos com Cristo? Estejamos sempre esperando isso, então. Observe ainda que por mais que Cristo abrisse suas mentes, eles pareciam odiá-lO ainda mais. Eles diziam: "Tem demônio, e perdeu o juízo; porque ainda o ouvis?”. Eles estavam impedindo os outros de ouvi-lO.  Irmãos, o mesmo acontece hoje; por mais que os ministros falem de Cristo em seus sermões, por mais fiel que seja a pregação, mais dirão que eles são loucos, e que têm demônio. É o servo maior do que seu mestre, ou o discípulo do que o seu Senhor? Ainda mais, observe, que quando Cristo disse duras verdades para eles, não puderam ouvi-las; no versículo 31, não contentes com sua própria incredulidade, ainda quiseram apedrejá-lO; e Ele lhes fez esta pergunta: "Muitas boas obras vos tenho mostrado de meu Pai; por qual destas obras vocês me apedrejam?”. Irmãos, o mesmo ainda é verdade hoje; por mais que nos aproximemos de suas consciências, quanto mais perto trouxermos a Palavra para vocês, se não são convertidos por ela, sem dúvida vocês nos odeiam. Se a Palavra não for cheiro de vida para vida, será cheiro de morte para morte. “Sou vosso inimigo porque vos digo a verdade?”. E, no entanto, irmãos, é maravilhoso perceber que, apesar de tudo isso, Cristo teve Suas ovelhas. "As minhas ovelhas ouvem a minha voz e elas me seguem”. Embora haja um mundo de adversários, ainda existe um aprisco.

 

Observemos duas coisas hoje:

 

1. As marcas das ovelhas de Cristo.

 

2. As bênçãos das ovelhas de Cristo.

 

I. As marcas das ovelhas de Cristo. 1. "As minhas ovelhas ouvem a minha voz"; e, 2. "Elas me seguem”.

 

1. Elas conhecem a Minha voz. Sabem, irmãos, esta é a característica das ovelhas do Oriente, elas conhecem a voz do pastor. Era uma vez um viajante do Ocidente que negava que pudessem reconhecer a voz do pastor, e insistiu que obedeceriam a qualquer voz; e para provar, eles trocaram as roupas. O homem chamou as ovelhas, e elas não se moveram; mas quando o pastor as chamou, elas seguiram-no instantaneamente. Ora, é exatamente assim com Cristo e Suas ovelhas. Cristo pode estar encoberto, mas a fé ouve Sua voz. A primeira vez que ouvem a Sua voz é no momento da conversão. Você se lembra de Zaqueu? Ele estava em cima do sicômoro, uma árvore, e ele poderia pensar: "a palavra de Cristo não vai me atingir"; mas Cristo lhe disse: “Desça daí, Zaqueu, porque hoje me convém pousar em tua casa”. A voz do pastor chegou a ele. Este foi o primeiro dia em que Zaqueu ouviu a voz do pastor. Você se lembra de Lídia? Ela se assentou entre as matronas gregas na beira do rio, e ouviu Paulo pregar. Alguém abriu o coração dela, e disse: "Venha"; era a voz do pastor. "O Senhor abriu o coração de Lídia para atender às coisas que foram ditas”. Era a voz de Paulo exteriormente, mas a voz interior era de Cristo.

 

Mais uma vez, todos os que são de Cristo ouvem a Sua voz na hora do dever. Eles ouvem uma voz atrás de si dizendo: “Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda”. Eles ouvem a voz de Cristo direcionando-os para onde ir. “O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas”. Quando o mundo está perplexo e não sabe o que fazer, as ovelhas de Cristo ouvem a Sua voz e O seguem. E eles ouvem a Sua voz no momento da oração em secreto. Maria ficou assentada aos pés de Jesus e ouviu a Sua palavra. E quando eles abrem a Bíblia em secreto eles ouvem a voz do Amado dizendo: "Vinde a Mim, e Eu vos aliviarei"; "A minha graça te basta"; "Não temas, porque Eu sou contigo; não te espantes, porque Eu sou teu Deus, Eu te fortaleço, sim Eu te sustento com a destra da Minha justiça".

 

Há uma outra hora em que eles ouvem a Sua voz: é a da aflição. Eles ouvem a voz do pastor, ouvem o som do cajado, e dizem: "É o Senhor, faça o que bem lhe parecer”.

 

Mais uma vez, na hora da morte, quando o incrédulo nada ouve a não ser a ira vindoura, as ovelhas ouvem a Sua voz. Eles O ouvem quando passam através do vale. "Quando passares pelas águas, eu serei contigo, e quando pelos rios não te submergirão" etc., "Não temas, eu te fortaleço, sim, eu te sustento com a destra da minha justiça”. “Eu os remirei da mão do inferno, e os resgatarei da morte. Onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua perdição? O arrependimento está escondido de meus olhos”.

 

Ah, irmãos, vocês ouvem a voz de Cristo? Aqueles de vocês que estão sem Cristo ouvem a voz dos negócios ou do lazer. Você ouve o chamado da mulher estranha, "As águas roubadas são doces, e o pão comido às ocultas é agradável"; mas vocês não ouvem a voz de Cristo, quando diz: "Vinde a mim, e eu vos aliviarei”. Você fecha seus ouvidos, você não crê, porque não é das Suas ovelhas. Aqueles de vocês que são de Cristo e estão em ansiedade, ouçam uma voz penetrante e alta; é a voz de Cristo, Ele diz, "Tende bom ânimo, eu venci o mundo". Você que ouve a voz de Cristo, ame somente a Ele.

 

2. "Elas me seguem". Você sabe que este é o caso em países Orientais; as ovelhas seguem o pastor. Há duas maneiras pelas quais as ovelhas seguem o pastor: quando elas estão olhando para ele, e quando elas ouvem a sua voz. Assim é com aqueles que são de Cristo. As feridas em Seu lado, em Suas mãos, e nos pés, são coisas atrativas ao olhar de um crente. Por que eles O seguem? Eles O seguem porque podem obter o perdão; eles O seguem porque podem obter água viva. Tal qual as ovelhas seguem o pastor para o poço ou para o vale, ou sob uma rocha sombreada, assim aqueles que são de Cristo O seguem. Eles O seguem todos os dias; eles O seguem em todas as partes do mundo. Em tudo o que eles fazem, eles seguem a Cristo. Eles O seguem para levar a sua cruz; eles O seguem na afronta. "Afrontas partiram meu coração". Cristo poderia dizer: "Eu sou a música do bêbado". Assim, as ovelhas podem dizer o mesmo. Eles O seguem por Seu amor. "Cristo nos amou e se entregou por nós". Assim as ovelhas de Cristo têm o mesmo amor em seus corações. Se são de Cristo, vocês terão o mesmo amor que Ele teve. Cristo morreu por Seus inimigos; assim vocês estarão dispostos a fazer o mesmo, se são de Cristo. Eles O seguem em espírito de oração. Cristo foi um Homem de oração. Muitas vezes Ele saiu e passou a noite em oração; Ele poderia dizer: "Eu me entrego à oração". Assim é com todas as ovelhas de Cristo, elas O seguem. Como Ele tinha comunhão com o Pai, assim também eles. Eles O seguem em santidade. Cristo foi separado dos pecadores, Ele era de uma natureza diferente da deles. Assim como nós, se somos dEle; não seremos do mundo, assim como Ele não era do mundo. A quem você segue? Você segue o mundo? Então não são das Suas ovelhas. Você segue a Cristo? Você O está seguindo? Então, você é uma das Suas ovelhas, e se você segui-lO agora, você O seguirá por toda a eternidade.

 

II. As bênçãos das ovelhas de Cristo.

 

1. “Eu conheço-as”. 2. “Dou-lhes a vida eterna”. 3. “Nunca hão de perecer”.

 

1. "Eu conheço-as". O pastor oriental conhece as suas ovelhas, ele as conhece pela aparência: "Eu conheço as minhas ovelhas". Cristo conhecia as Suas ovelhas desde a eternidade. Falamos sobre isso no último Dia do Senhor. Assim como Ele disse, "Antes que Abraão existisse, Eu Sou", assim Ele nos conhece. Ah, o amor eterno de Cristo excede todo entendimento! Pense que nunca houve um tempo em que Ele não os conheceu. Mas "Eu conheço-as" no tempo. O mundo não os conhece; o mundo pensa que eles são lobos em pele de cordeiro. Eles não dão nenhum crédito para o seu novo nascimento; eles dizem, esperem um pouco, e vamos ver o que acontecerá. A igreja não os conhece. Você se lembra de Paulo? Quando ele veio a Jerusalém, os discípulos não acreditavam que ele fosse discípulo. E Ananias disse: "Senhor, tenho ouvido por muitos deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém”. Assim, pode ser com você. Talvez eles não deixarão você entrar em sua sociedade; mas, "Eu conheço-as”. E, assim, Ele conhece as suas necessidades: “Eu conheço-as”.

 

2. " Dou-lhes a vida eterna". Você sabe que o pastor conduz as ovelhas para um poço de águas vivas ou para alguma corrente que jorra e flui entre duas rochas. Assim é com Cristo. Observe o que Ele disse, "Dou-lhes a vida eterna". Se você é do rebanho de Cristo, você nunca padecerá necessidade. “Dou-lhes a vida eterna”. Isso implica perdão diariamente. Você sabe que quando a rainha envia um perdão a qualquer criminoso condenado, é dito que ela deu ao homem a sua vida. Se você é de Cristo você precisa de perdão diariamente. Se houver qualquer pecado separando você do Deus amoroso, você precisa ser perdoado. Isto implica em vida espiritual. A vida que Cristo dá flui através do coração. Se o Espírito Santo tivesse que deixar o coração, você perderia a vida espiritual. Por isso Davi diz: “Não retires de mim o teu Espírito Santo. Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário”. Irmãos, vocês bebem diariamente desta água viva? Será que ela brota dentro de você? Ah! Lembre-se de que é um dom de Cristo, “Dou-lhes a vida eterna”. 

 

3. “Nunca hão de perecer”. Vocês sabem, irmãos, que o pastor muitas vezes perde as suas ovelhas. Assim aconteceu com Jacó, às vezes, ele perdia ovelhas. E você lembra, Davi às vezes perdia ovelhas. Um leão e um urso vieram uma vez e levaram uma das ovelhas. Mas há um Pastor que nunca perdeu nenhuma. “Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu”; “Nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão”. Aqueles que são ovelhas de Cristo têm muitos adversários; há o Diabo, como um leão que ruge, andando e procurando a quem possa tragar; há o mundo, como fortes touros de Basã; e depois há o velho coração se esforçando para voltar aos seus prazeres; mas você nunca perecerá. É verdade que você sofre muitas investidas. Muitas vezes o povo de Deus clama pela Rocha, e pensa que não é ouvido. Muitas vezes eles clamam, "O meu caminho está escondido do Senhor, e o meu juízo passa despercebido ao meu Deus". Mas essa palavra permanecerá, "Eu conheço-as, nunca hão de perecer”. Nunca uma ovelha de Cristo pereceu. Ah, é verdade que há muitas quedas, há muitos retrocessos; mas eles nunca perecerão. Há muitos que pereceram fora deste lugar, muitos que pareciam ser dEle; mas as verdadeiras ovelhas de Cristo jamais perecerão. Por que elas não perecem? Há três razões: 1. Eles estão na "Minha mão”. 2. Eles estão na “mão de Meu Pai”. 3. “Eu e o Pai somos um”.

 

1. Eles estão na “Minha mão”. Você sabe, o que está na mão dEle, está seguro. Que mão é mais forte do que a dEle? “Ele é capaz de salvar perfeitamente os que se achegam a Ele”. "Eles jamais perecerão, ninguém as arrebatará da minha mão”.

 

2. Eles estão na “mão de Meu Pai”. " Meu Pai, que mas deu"; Ele disse: “Eu entrego estas ovelhas na Tua mão”. Cristo os aceitou, e o Pai os atraiu a Ele. De modo que há duas mãos que sustentam as ovelhas, uma abaixo da outra, de modo que se você tivesse que cair de uma mão, apenas cairia em outra.

 

3. “Eu e meu Pai somos um” — um em essência, um em poder, um em propósito, um em amor. Se uma mão estivesse puxando de uma forma, e a outra de modo diferente, então não sei o que poderia acontecer; mas ambas estão puxando da mesma forma. Você é de Cristo? Então, você nunca perecerá. Mas eu acredito que há alguns aqui que perecerão. Vocês sabem que eu já disse algumas vezes, que se houvesse apenas alguém no meio da igreja que pudesse perecer, então todos poderiam reunir-se em torno dele, e chorar por sua terrível condição; mas eu acredito que há muitos sentados em todas as partes da igreja que ainda perecerão. Mas se você está na mão de Cristo, você está na mão de Seu Pai, e Ele e Seu Pai são um. Amém.

Manhã de Dia do Senhor,

25 de setembro de 1842.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.