Uma Palavra aos Pais Homeschoolers

|

Quando os pais cristãos homeschoolers são questionados sobre o motivo de educarem os seus filhos em casa, eles dão respostas variadas. Alguns dizem que é para “sair do sistema” que, de outra forma, corromperia os seus filhos. Alguns argumentam que é o modo mais eficaz de desenvolver a capacidade acadêmica dos seus filhos. Outros podem mencionar uma necessidade especial de seu filho que pode ser melhor atendida em casa.

A resposta menos comum que ouço é que nós (como crentes em Jesus Cristo) recebemos a responsabilidade principal de educar os nossos próprios filhos. É simples assim. É ainda mais raro ouvir que os pais têm a responsabilidade primária de discipular os seus filhos nos caminhos do Senhor. No entanto, o homeschooling flui dessas convicções.

Minha sincera esperança e oração é que muitos pais leiam este artigo. Mas esse provavelmente não será o caso. Principalmente as mães lerão essas palavras. A resposta delas pode ser qualquer coisa como: “Meu marido precisa ouvir isso e eu farei com que ele leia” ou “Como eu posso encorajar meu marido a ler isso sem importuná-lo?”, senhoras, posso sugerir a abordagem “sirva-o de comida e ore” ao invés da abordagem “faça sugestões e deixe-o com fome se necessário”?

Há duas áreas em que (eu acredito) nós, pais educadores, nos perdemos:

1. Liderança bíblica em nossa educação domiciliar.
2. O objetivo da educação domiciliar bíblica.

Vamos considerar cada uma destas.

A Liderança da Educação Domiciliar

Uma das exortações mais claras do Novo Testamento sobre a paternidade é Efésios 6:4. Ali Paulo escreve:

…vós, pais[1], não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.

Observe que esse versículo é dirigido especificamente aos pais, e diz respeito à sua responsabilidade de treinar os seus filhos.

Em Deuteronômio 6:6-9 (a passagem “clássica” do discipulado), lemos:

E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.

Essa passagem não é simplesmente uma lista de princípios para um lar feliz. É um forte chamado à obediência aos mandamentos de Deus. Mandamentos esses que devem ser transmitidos aos nossos filhos. Essa passagem pressupõe interação constante entre um pai e os seus filhos: Todos os dias o pai intencionalmente interpreta a vida através das lentes das Escrituras.

 

Deus tem um padrão e um plano para a vida familiar bíblica. Esses planos consistem em um pai ter a responsabilidade de liderar, amar e discipular a sua família de acordo com as instruções da Palavra de Deus. E a nossa educação domiciliar deve estar de acordo com esse modelo.

Deixe-me ser claro. Eu não estou dizendo que pais e mães são diferentes em habilidade ou dignidade. O que estou dizendo é que há uma diferença de responsabilidade (e, portanto, prestação de contas) diante de Deus. Examine o livro de Provérbios. Quase toda a instrução é comunicada de pai para filho. O que isso nos diz? Simplesmente que os pais são a principal autoridade no discipulado dos seus filhos.

While many schools voluntarily open their doors to homeschoolers, others are mandated to serve, these students by courts or state’ law, In other areas, costly court battles ensue as homeschoolers fight school districts for various services and accommodations. In the meantime, the number of children being homeschooled in the United States continues to grow, according to https://australianessay.site/ whose experts made the written research. An option for serving homeschoolers who aren’t interested in working in the school building is to provide distance education courses over ’ the Internet. The Federal Way School District in Washing- ton, for example, operates an Internet Academy for K-12 students which offers on-line courses, class chat rooms, and e- mail and phone support from supervising district teachers.

Portanto, se o ensino domiciliar é primeiro um discipulado e em segundo lugar desenvolvimento acadêmico (esse é o padrão bíblico), os pais devem exercer a liderança na educação domiciliar dos seus filhos.

Infelizmente, vemos cada vez menos isso hoje. Muitas mães que leem este artigo sabem que isso é verdade. E muitos pais que começaram a ler este artigo provavelmente não chegaram a lê-lo até aqui! Por mais difícil que seja admitir, nós, homens, temos abdicado amplamente de nosso papel como líderes no lar. Isso afeta a nossa educação domiciliar, pois temos um discipulado separado da educação.

E isso nos leva à segunda área em que acredito que temos nos perdido:

O Objetivo da Educação Domiciliar

Quando eu escrevo que os pais devem primeiro se concentrar no caráter e em segundo lugar no aspecto acadêmico, sem dúvida devo estar confundindo algumas pessoas. Não queremos que nossos filhos sejam brilhantes, competentes e academicamente bem-sucedidos? Não à custa do caráter piedoso! Em Marcos 8:36, Cristo diz:

Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?

Por favor, não pense que estou dizendo que as questões acadêmicas não são importantes. De modo nenhum. Estou apenas dizendo que elas são secundárias. Alguma coisa pode ser mais importante para nós do que a salvação dos nossos filhos? Se eu compartimentar minha vida de forma que me concentre apenas em “levar o feijão para casa”, se eu me distrair com objetivos de carreira e hobbies pessoais e não me engajar no discipulado e educação dos meus filhos, de que isso tudo valerá? Quando possível, os pais devem incluir os seus filhos em seu trabalho. Alguns pais têm feito grandes sacrifícios para favorecer isso, mas eles têm colhido os benefícios.

Os pais devem se esforçar ativamente para formar um caráter piedoso em seus filhos. Portanto, nossa educação domiciliar deve estar interligada com as práticas consistentes de culto familiar, estudo e aplicação das Escrituras, e envolvimento intencional na igreja local. Tudo isso deve estar sob a liderança e direção do pai.

Como você define o sucesso para os seus filhos? Ele está indo bem nas provas e competições? Está seguindo uma carreira bem remunerada com grandes perspectivas? O sucesso no mundo é permitido; esse sucesso é possível quando alguém se submete à vontade de Deus, aos caminhos de Deus e ao agir de Deus. No entanto, o sucesso nunca deve ser buscado por meio da negligência da vontade de Deus, dos caminhos de Deus e do agir de Deus. Nosso maior desejo deve ser que os nossos filhos conheçam o Deus da Bíblia, estudem e pratiquem a Sua Palavra, e cresçam sendo piedosos e sábios, para que possam glorificá-lO com as suas vidas.

Em Resumo

O que acontece quando um pai lidera o lar e se envolve na educação domiciliar? Bem, ele não larga o seu emprego e assume todas as atividades da sua esposa. É bem verdade que as mães passam a maior parte do tempo com os seus filhos; elas são as principais professoras dos seus filhos mais novos.

No entanto, quando um pai assume o seu papel de liderança dentro do lar, ele tomará para si a responsabilidade da supervisão e delegação. Ele estará meticulosamente envolvido com os seus filhos em todas as áreas da vida. A sua esposa pode ser muito mais capaz e melhor preparada para educar os seus filhos; no entanto, ela ficará mais feliz e segura sob a supervisão e liderança amorosa de um marido participativo. Por suas ações, um pai deve dizer à sua esposa: “Eu sou o principal responsável diante do Senhor pelo modo como nossos filhos são criados; eu não vou simplesmente jogar esse fardo sobre os seus ombros”.

Quando um pai chega em casa e vê que a sua esposa está tendo um dia ruim, ele não deseja simplesmente um dia melhor para ela amanhã! Em vez disso, ele assume a responsabilidade pela situação. Ele pode se sentar para conversar e orar por uma solução. Em outras palavras, o marido não está apenas ciente do que está acontecendo, ele está ativamente engajado nisso. Essa é simplesmente uma parte dos seus esforços de discipulado. Embora o seu trabalho possa impedir o seu envolvimento em alguns aspectos da vida familiar, a sua liderança amorosa pode ser sentida mesmo quando ele está ausente.

Que cada um de nós, como homens responsáveis diante de Deus e capacitados por Deus, cumpramos o nosso dever como líderes amorosos de nosso lar. Esse é um sacrifício que trará benefícios eternos.

 


[1] Do grepo πατέρες (pateres = pais, substantivo masculino), portanto ao dizer “vós, pais”, em Efésios 6:4, Paulo não está se referindo ao pai e à mãe, mas sim aos homens que são pais. Embora, as mães também devam obedecer ao mandamento de Efésios 6:4, a responsabilidade disso é principalmente atribuída aos pais — N.doR.

 

Título original: A Word to Homeschool Fathers — Via: NCFIC.org • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Camila Rebeca Teixeira • Revisão por William Teixeira