Meditações Diárias | 20 de Junho | J.C. Philpot

|

Que te coroa de benignidade e de misericórdia. (Salmo 103:4)

A coroação de um rei coloca o último e mais alto selo sobre a sua autoridade reinante. Isso fez a esposa dizer: “Saí, ó filhas de Sião, e contemplai o rei Salomão com a coroa com a qual sua mãe o coroou no dia de seu casamento, e no dia da alegria de seu coração” (Cantares 3:11). E que dia será aquele quando Aquele para quem Salomão apontava for coroado Senhor de todos?

Assim, há uma coroa colocada sobre a alma que é curada de todas as suas doenças e cuja vida é redimida da destruição. É como se Deus não pudesse se satisfazer até que tivesse posto a coroa de Sua benignidade sobre a alma, até que Ele mesmo tivesse coroado o coração com Seu próprio amor. E qual é o efeito? A alma coloca uma coroa de glória sobre a Sua cabeça. Então, a alma tem a coroa da graça e Deus tem a coroa da glória.

Isso é ser coroado com de benignidade e de misericórdia. E que coroa é essa! Como isso coroa todas as nossas iniquidades, esconde-as da vista de Deus como uma coroa cobre a fronte de um monarca. Como isso coroa todas as nossas provações pelas quais passaremos, ainda que sejam severas e dolorosas para a carne. Como isso coroa todos os nossos lutos, colocando sobre o coração entristecido a coroa da bondade de Deus. Como isso coroa todas as nossas orações, permitindo-nos ver a Sua resposta graciosa. Como coroa todos os tratos de Deus conosco na providência e na graça, e imprime amor bondade sobre todos eles; pois a coroa envolve tudo.

Como a coroa da rainha inclui a sua realeza, sua dignidade, seu poder (pois todos são simbolizados pela coroa), a bondade de Deus, colocada sobre o coração como uma coroa, inclui e assegura todas as bênçãos para o tempo e para a eternidade.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por Camila Teixeira