Meditações Diárias | 28 de Junho | J.C. Philpot

|

❝ Deus é o Senhor, que nos mostrou a luz❞. (Salmo 118:27)

Se Deus, o Senhor, nos mostrou a luz, Ele nos mostrou a luz tanto em relação a Si mesmo quanto em relação a nós mesmos. Ele nos mostrou com respeito a Si mesmo quem Ele é; imprimiu algo de Si mesmo em nossas consciências; revelou algo de seu caráter glorioso para nossas almas e nos trouxe, sob a operação do Espírito Santo, à Sua presença a fim de recebermos comunicações da vida da inesgotável plenitude de Cristo. Assim, nessa luz, vemos e sentimos que temos relação com um Deus que sonda o coração; nessa luz, vemos e sentimos que temos relação com um Deus que odeia o pecado; com um Deus que não será zombado nem considerado levemente.

Sob esta luz, vemos e sentimos que todo segredo do nosso coração, todo trabalho de nossa mente está aberto diante dEle; e sob esta luz, na proporção em que Ele tem prazer em manifestar, nós vemos o que somos diante de Seus olhos santos e puros: uma enormidade de pecado, imundície e corrupção, sem ajuda, sem força, sabedoria ou retidão, sem amabilidade de criatura, sem nada do que podemos chamar de espiritualmente bom.

Mais uma vez, o Senhor Deus, ao nos mostrar a luz, nos revelou o caminho da salvação por meio de Jesus Cristo. Ele não apenas nos mostrou o que somos por natureza, mas em certa medida Ele condescendeu em nos revelar o que somos pela graça; não apenas mostrou aos nossos corações algo de Si mesmo como um Deus perfeitamente justo, mas também revelou às nossas almas alguma familiaridade conSigo mesmo como um Deus de misericórdia; e assim nos fez, em alguma medida solene, conhecê-lo como o único Deus verdadeiro, e Jesus Cristo, a quem Ele enviou; e, assim, efetuou o surgimento da vida espiritual, cada um de acordo com a Sua medida, em nossas almas.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por Camila Teixeira