Ajudando as Crianças nas Reuniões de Oração Congregacional

|

Seis maneiras de ajudar as crianças em suas reuniões de oração congregacional

Nossa igreja se reúne para orar todas as quartas-feiras à noite. Quase toda a igreja vem, o que significa que há muitas crianças na reunião de oração. Embora eu seja extremamente grato pelo comparecimento, e especialmente agradecido pelo fato de as crianças estarem presentes, também estou ciente de como pode ser um desafio para pais e filhos permanecerem em longas reuniões de oração congregacional. Os pais podem se distrair ao orar porque estão cuidando dos seus filhos. As crianças podem achar difícil ficar quietas e ainda mais difícil entender as orações. Alguns podem dizer: “Arrumem uma babá”. Bem, essa não é a resposta que estamos procurando. Deve haver algo mais que possamos fazer, e, como você poderia esperar, isso tem a ver com o papel dos pais ajudarem os seus filhos a se engajarem em orações congregacionais de um modo que honre a Deus.

Aqui estão seis coisas que os pais podem fazer para ajudar os seus filhos na oração congregacional:

I. Ensine às crianças que o povo de Deus é chamado a fazer isso.

Uma das marcas da igreja primitiva era que eles oravam juntos nos lares. Famílias e crianças eram frequentemente mencionadas nas reuniões de oração (Atos 1:12-14; 2:42; 21:4-6). Ajude-as a ver como a família de Deus é uma família de oração: “Minha casa será chamada casa de oração” (Mateus 21:13). Mostre às crianças como elas estavam estavam envolvidas na oração. Quando o Senhor disse: “Esta promessa é para vocês e seus filhos”, e que “em ti todas as famílias serão abençoadas”, Ele estava falando sobre a obra de Jesus Cristo em Seu povo e os vários modos como Ele os abençoa. Um desses modos é dar acesso ao Seu povo por meio da oração.

II. Mantenha as crianças ao seu lado durante todas as etapas do desenvolvimento; até mesmo quando pequeninas.

Deus planejou que os pequeninos estivessem nas reuniões de oração da igreja. Se eles são bebês de colo ou criancinha ou criança de quatro anos, reconheça que Deus os criou assim e está tudo bem. Digamos que elas aprendam somente duas coisas durante esses primeiros anos. Primeiro, elas obtêm impressões sobre a essência do povo. Segundo, elas aprendem a ficar quietas e respeitar os desejos do seu pai e mãe. Esta é uma parte crítica do seu desenvolvimento, porque as crianças precisam de prática na área da honra e uma reunião de oração é um contexto maravilhoso em que isso é aprendido durante um longo período de tempo com muitas oportunidades de instrução e autocontrole. Além disso, as crianças precisam aprender a suportar alegremente coisas que não são completo entretenimento. Em nossa cultura saturada de entretenimento, achamos que todos devem estar sempre animados e empolgados. Uma reunião de oração oferece uma oportunidade de estar alegre no meio do povo de Deus sem os exageros midiáticos. Eles serão mais saudáveis ​​e felizes por isso.

III. Prepare-as falando sobre as categorias amplas do que planejamos fazer quando nos reunirmos.

  1. Adoração: Oramos para adorar o Senhor e dar graças a Ele. Nós queremos ser um povo grato.
  2. Confissão: Oramos em humildade reconhecendo a nossa pecaminosidade. Nós queremos ser um povo honesto que confessa os nossos pecados.
  3. Ação de Graças: Oramos para sermos um povo grato que não subestimamos o que Deus fez ou está fazendo.
  4. Súplicas: Nós oramos para ajudar outros necessitados.

Ajude-as a ver quão benéfico e revigorante é fazermos essas coisas juntos. O acrônimo ACAS é uma ferramenta útil para organizar as categorias da oração.

IV. Prepare as crianças para as situações específicas sobre as quais oraremos.

Explique-lhes que vamos orar por diferentes situações que estamos vivendo: oração uns pelos outros, por missionários, por pessoas necessitadas, pelas clínicas de aborto, evangelismo local, pelo texto das Escrituras em que estamos nos concentrando na semana e pela pregação sobre domingo de manhã. Incentive-as a ouvir orações sobre essas questões. Informe antecipadamente sobre o que está acontecendo na igreja. Fale com elas sobre algumas das necessidades que você conhece na igreja.

V. Ajude-as a estar em “acordo” com a igreja.

Inspire-as à unidade. Uma maneira de preparar os seus filhos para o culto de de oração é na hora do jantar, pouco antes da reunião. Reserve um tempo para ajudá-las a ver que somos um só corpo, reunidos para um propósito. Estamos unidos, estamos seguindo na mesma direção como uma grande família feliz. Atos 1:12-14: “Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos”.

 VI. Ajude-as a combater a distração.

Ordena-lhes que observem quem está orando e pelo que estão orando. Aqui estão alguns pensamentos:

  1. Ajude-as a ouvir atentamente e orar junto com a pessoa que está orando.
  2. Um modo de mantê-los atentos é avisar-lhes que estamos orando por uma determinada pessoa ou situação.
  3. Fique perto dos seus filhos. É melhor ter adultos sentados ao lado de crianças para que as crianças sentadas ao lado mas das outras não se distraiam. Esse é um grande desafio para aqueles com muitos pequeninos.

Título original: Helping Children in Corporate Prayer Meetings — Via: NCFIC.org • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Camila Rebeca Teixeira • Revisão por William Teixeira