Meditações Diárias | 8 de Julho | J.C. Philpot

|

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus❞ (Romanos 8:1)

Não há uma declaração mais abençoada do que esta em toda a Palavra da verdade. É a nota mais doce soada pela trombeta do Evangelho, pois é a própria coroa de todo o júbilo. A condenação não é a mais amarga gota no cálice do terror? A nota mais arrepiante e penetrante daquela trombeta terrível que soava tão longa e tão alta no topo ardente do Sinai, de modo que todas as pessoas que estavam no acampamento tremiam? (Êxodo 19:13, 16.)

A condenação é a execução final da lei justa de Deus e, portanto, carrega consigo toda a mortalidade das armas com seu golpe e a sepultura com seu horror. A compreensão da condenação, o medo e terror de ser banido para sempre da presença de Deus; de estar perdido e sem remédio, de afundar sob a ardente indignação dAquele que é um fogo consumidor, já encheu milhares de corações de terror.

E deve ser assim enquanto a lei fala em seus trovões, enquanto a consciência repete o seu veredicto, e enquanto a ira de Deus arde até o inferno mais baixo.

Oh, bem-aventurança, então, daquela palavra de graça e verdade, digna de ser soada através do céu e da terra pela voz de querubins e serafins: “Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus”.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por Camila Teixeira