Meditações Diárias | 27 de Julho | J.C. Philpot

|

❝ Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.❞ (Romanos 5:21)

Esta é a misericórdia para os santos entristecidos que suspiram e gemem sob um corpo de pecado e morte, que Deus decretou que a graça não somente pode reinar, mas que deve reinar. Se fôssemos deixados a nós mesmos, não poderíamos nos resgatar do domínio do pecado mais do que os filhos de Israel poderiam libertar-se da casa da servidão egípcia. Mas, eles suspiraram e gemeram por causa do cativeiro, e seu clamor chegou até Deus. Ele, devido à Sua aliança, olhou para eles e os libertou (Êxodo 2:23-25). Assim, Deus determinou em favor do Seu povo que o pecado não será a eterna ruína deles; que eles não cairão de transgressão em transgressão, até que finalmente sejam lançados no abismo de maldição eterna; antes, a graça “reinará pela justiça para a vida eterna”.

Mas, a graça deve reinar aqui e também no futuro, pois por seu reinado aqui seu triunfo eterno é garantido. Ela deve, então, subjugar os nossos corações orgulhosos, e nunca cessar de estender o seu cetro pacífico sobre o povo de Deus até que tenha assegurado a eles a vitória absoluta. Agora, isso é o que todo verdadeiro filho de Deus anseia sentir e realizar. Ele deseja abraçar Jesus e ser recebido por Ele nos braços de amor. Como o hino diz:

“Pela graça soberana conquistado,

Meu espírito anseia por Seu abraço”.

Ele odeia o pecado, embora todos os dias, de hora em hora, o pecado opera momentaneamente nele e está sempre buscando recuperar a sua maestria anterior. Ele detesta aquele cruel tirano que o fez fazer seu mais vil e penoso trabalho, enganando-o e iludindo-o com mil promessas mentirosas, arrastando-o repetidas vezes para o cativeiro, e, se não fosse pela por graça soberana, teria selado a sua eterna destruição.

Conquistado pelo cetro de misericórdia, ele anseia pelo domínio da graça sobre cada parte de sua alma e cada membro do seu corpo. “Ah”, ele diz, “que a graça reine e governe em meu peito; que nenhum pecado tenha domínio sobre mim; que dome todo desejo indisciplinado e leve cativo todo pensamento à obediência de Cristo!”. Assim, aquele que realmente teme a Deus, busca por graça sobre graça, não apenas para salvar, mas para santificar; não apenas para perdoar o pecado, mas para subjugá-lo; não apenas para assegurar-lhe uma herança entre os santos na luz, mas para torná-lo apto para ela.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por Camila Teixeira