Meditações Diárias | 15 de Agosto | J.C. Philpot

|

❝ Ah, se eu soubesse onde o poderia achar! Então me chegaria ao seu tribunal. Exporia ante ele a minha causa, e a minha boca encheria de argumentos.❞ (Jó 23:3,4)

Não estamos frequentemente como Jó? Se este patriarca idoso não soubesse o que era ficar atônito, assediado, angustiado e sobrecarregado com os ataques do maligno, ele não teria dito: “Ah, se eu soubesse onde o poderia achar! Então me chegaria ao seu tribunal. Exporia ante ele a minha causa, e a minha boca encheria de argumentos”. Esse era e ainda é o sentimento genuíno, a verdadeira experiência da sua alma? Examine seu coração, você que teme a Deus. Procure por um momento, se nunca olhou antes, para a obra da graça (e onde está você, se nunca pesou nisso e considere se conhece algum desses assuntos. Alguma vez você, em um sentimento de escuridão, tristeza, prisão e angústia de alma, clamou (eu não digo com as palavras, são os sentimentos o que queremos, não se importe com palavras): Ah, se eu soubesse onde o poderia achar! Senhor, eu quero Te encontrar, minha alma anseia por Ti, eu quero um gosto de Tua presença abençoada, quero abraçar-Te com os braços da minha fé, eu quero o doce testemunho de Teus lábios graciosos, ah, se eu soubesse onde o poderia achar! Eu não me importaria com o que tenho passado!

Se sim, então estas coisas mostram que você tem o temor de Deus em sua alma e o ensino do Espírito em seu coração. Você está onde Jó esteve, e se você sabe algo do que Jó fala aqui: “Ah, se eu soubesse onde o poderia achar! Então me chegaria ao seu tribunal”. Se esse é o desejo de sua alma, você tem a religião de Jó, tem experiência dele, tem a aflição de Jó neste aspecto, e você terá a libertação de Jó, a alegria de Jó, a paz de Jó e a salvação de Jó. O Deus de Jó é o seu Deus, e você logo estará onde Jó está agora, banhando a sua alma remida em toda a glória do Cordeiro.

 

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido e publicado com permissão. Tradução por Juliana e Ana Beatriz Oliveira Meninel • Revisão por Camila Teixeira