Meditações Diárias | 03 de Novembro

|

❝Que te farei, ó Efraim.❞ (Oséias 6:4)

A maioria do povo do Senhor tem algo peculiar que deseja. A maioria das almas vivificadas tem alguma tentação peculiar da qual deseja ser libertada. Se parte da família do Senhor pudesse resumir todos os seus desejos em uma petição, seria o selo do perdão de seus pecados em suas consciências. Se outros membros do povo de Deus pudessem reunir em uma frase todas as necessidades de sua alma, ela falaria do gozo da liberdade do Evangelho. Se outros pudessem resumir em uma breve oração o principal desejo de seu coração, seria libertar-se de alguma poderosa tentação ou preservar-se de algum pecado peculiar que os aflige. E se outros pudessem ter um anseio atendido, seria ter alivío de alguma aflição ou tribulação especial que às vezes parece que os esmagaria até o pó.

Quando o Senhor concede que eles se apresentem diante dEle e Lhe digam o que está ocorrendo em seus corações, é como se Ele dissesse: “Não tenha medo de Me dizer. Eu já sei etenho o poder de conceder a sua petição, e desejo dar a resposta desejada”. “Que te farei?”, diga-Me! O Senhor encoraja e capacita cada um que assim se aproxima a dizer o que mais precisa; e quando Ele capacita a colocá-lo diante de Seu trono, é logo respondido. A bênção necessária está a caminho, como Gabriel, já deixou o palácio e está acelerando seu curso em direção à alma.

Título original: Daily Portions — Via: GraceGems.org: • Traduzido por Camila Teixeira