Informação adicional

Autor

A Infinita Sabedoria de Deus Demonstrada na Salvação dos Pecadores, por A. W. Pink

REF: 214cfa7b8696 Categoria:

Descrição

Ao ler este estudo, pensamos…

~ em quão glorioso será conhecer mais e mais e sempre a Bendita Pessoa e gloriosa e graciosa obra de nosso Senhor Jesus Cristo no céu.

~ em quão gracioso é o SENHOR que desde já Se agrada em revelas profundezas de Sua sabedoria, tesouros todos depositados na Pessoa do Amorável e Vitorioso Salvador de Seu Povo mui amado desde os tempos eternos.

~ ao mesmo tempo em que nos admiramos que rejeitem ao Único Caminho para a salvação, Cristo Jesus, o Senhor.

***

Este mui excelente estudo divide-se em 3 porções, em que somos convidados a considerar que:

1. A doença mortal que se apoderou do homem.

2. Os inúmeros e complexos obstáculos à Salvação dos homens caídos em Adão.

3. O Remédio Divinamente Ordenado.

***

“Desde que existia uma união entre Cristo e Seu povo desde toda a eternidade, inevitavelmente segue-se que quando Ele veio a esta terra, Ele tomou sobre Si as suas dívidas, e agora que Ele foi para o céu, eles devem ser revestidos (Isaías 61:10), com todos os frutos de Sua perfeita obediência. Isto é muito mais do que uma questão técnica de teologia, sendo o pilar mais forte de todos nos muros da verdade que protegem a Expiação, embora seja um dos atacados com mais frequência e ferocidade por seus inimigos. Os homens têm argumentado que a punição do Inocente como se Ele fosse culpado foi um ultraje na justiça. No reino humano, punir uma pessoa por algo quando ela não é responsável nem culpada está fora de questão, é injusto. Mas essa objeção é inválida e totalmente inútil em conexão com o Senhor Jesus, pois Ele voluntariamente adentrou no lugar e porção de Seu povo de um modo tão íntimo que se pode dizer: “Porque, assim o que santifica, como os que são santificados, são todos de um” (Hebreus 2:1). Eles não são apenas um em natureza, mas também são tão unidos diante de Deus e diante de Sua lei como a envolver a identificação das relações jurídicas e as obrigações e direitos recíprocos: “[…] pela obediência de Um muitos serão feitos [legalmente constituídos] justos” (Romanos 5:19).”

***

Nós ficamos maravilhados ao contemplar as perfeições Divinas brilhando em toda a Obra da Salvação, e desde já dizemos: “Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro” [Apocalipse 7:10].

Oh, quão terrível e vã é buscar refúgio em outro senão em Cristo! Ou ainda, imaginar vãmente que o homem pode cooperar ou resistir a Deus no milagre dos milagres, na Obra da Salvação!

Que esta obra possa ser abençoada pelo Senhor, de modo nos humilhar, guiar-nos a Cristo, e que toda a Glória seja dada ao Deus Triuno, ao Deus de nossa Salvação, e somente a Ele. Amém.
 

Informação adicional

Autor