Informação adicional

Autor

Formato

PDF

Páginas

20

Título Original

The Church: Her Nature, Authority, Purpose, and Worship (Capítulo 7)

Ano

2020

A Missão da Igreja

REF: MIJJ Categorias: , , ,

Descrição

(Esse texto é o capítulo 7, do livro A Igreja: Sua Natureza, Autoridade, Propósito e Culto.)

 

Há muita confusão acerca do propósito da igreja. A igreja existe para alimentar e vestir os pobres e os desabrigados? A igreja existe para trazer restauração cósmica e reforma política à nossa sociedade? A igreja existe para combater as injustiças e as desigualdades sociais? É claro que a igreja existe para pregar o Evangelho, mas, e quanto a esses outros objetivos?

Para responder a essas perguntas, é importante para nós examinarmos três coisas. Primeiro, precisamos ter uma compreensão básica da teologia bíblica para que possamos avaliar adequadamente o papel que a igreja desempenha no cumprimento do propósito de Deus na terra, na história da redenção. Segundo, precisamos examinar a natureza da igreja para que possamos entender o principal motivo de a igreja existir. Terceiro, precisamos observar a declaração da missão que Cristo emitiu para a igreja, para que possamos entender o seu propósito. Em resumo, precisamos entender (1.) o papel que a igreja desempenha na história da redenção, (2.) a natureza da igreja e (3.) a Grande Comissão.

 A História da Redenção

Para começar, precisamos ter uma compreensão fundamental da teologia bíblica e do papel que a igreja desempenha na linha da história da redenção.

 Duas Eras e Dois Reinos

De uma perspectiva geral, na história da redenção há dois estágios, ou eras: a presente era maligna e a era vindoura (Gálatas 1:4; Efésios 1:21). A presente era maligna, segundo a Escritura, estende-se desde a queda de Adão até o retorno de Cristo (Mateus 28:20). É representada como o período de tempo em que as trevas, a escravidão, a injustiça e a morte reinam sobre a terra. Segundo Jesus, todos os incrédulos nascem nesse mundo caído como “os filhos deste mundo” (Lucas 20:34), e segundo Paulo, os filhos deste mundo são mantidos cativos ao poder do “presente século mau” (Gálatas 1:4-5). O presente século mau, consequentemente, é o reino das trevas sobre os povos, os governos e as nações deste mundo (Apocalipse 18:3).

O presente século mau e o reino das trevas não passarão até o retorno de Cristo, pois somente quando Cristo retornar, a era vindoura chegará. A era vindoura é quando os “novos céus e nova terra, em que habita a justiça” serão estabelecidos (2 Pedro 3:13). Somente então, no retorno físico de Cristo, esse mundo caído passará pelo fogo, e somente então o estado eterno de glória será estabelecido na nova terra ressurgida. Isso significa que a restauração cósmica não acontecerá até que “também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus” (Romanos 8:21).

A era vindoura é o estado eterno quando a luz, a vida e a liberdade reinarão para sempre. A era vindoura é o reino dos céus. E embora o reino dos céus não esteja estabelecido na terra (durante esse presente século mau), seu poder se manifesta atualmente na terra dentro da igreja (Tito 2:11-13); ou seja, aqueles que foram unidos, pela fé, ao Rei da Glória: “E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro” (Hebreus 6:5). Eles foram libertados do domínio e do reino das trevas e transferidos para o reino do amado Filho de Deus (Colossenses 1:13). Ao nascerem de novo pelo Espírito, eles entraram no reino dos céus.

Assim, durante esse presente século mau, o reino dos céus é invisível para o mundo incrédulo, pois existe somente dentro das mentes e corações dos crentes (Lucas 17:20-21; João 18:36). Aos crentes foram dados os primeiros frutos da era vindoura, quando entraram no reino dos céus e lhes foi dada a vida eterna, no Filho.

 A Igreja e o Reino dos Céus

Consequentemente, o poder do reino dos céus já está presente dentro da igreja, mas ainda não se manifestou para os reinos deste mundo. O mundo não sabe nada sobre a vida, o poder, a liberdade e a paz do reino dos céus. As nações e os governantes desta era permanecem na escuridão e sob o domínio de Satanás.

Informação adicional

Autor

Formato

PDF

Páginas

20

Título Original

The Church: Her Nature, Authority, Purpose, and Worship (Capítulo 7)

Ano

2020