Informação adicional

Autor

A Terrível Condição dos Homens Naturais, por R. M. M’Cheyne

REF: dccfda154633 Categoria:

Descrição

Neste solene sermão o Sr. M’Cheyne trata da terrível condição dos homens naturais, pois estes “alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras. O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos, para não ouvir a voz dos encantadores, do encantador sábio em encantamentos.” (Salmos 58:3-5)

Triste é o estado dos homens, pois que se desviam desde que nascem, mais o caso é ainda pior não é somente que ele se desvia desde sua infância, mas que ele nasce alienado de Deus e da vida Divina. O homem nasce em pecado e morrerá assim se não for impedido por Deus de prosseguir em tal carreira louca rumo ao poço do abismo que arde com fogo e enxofre.

O salmista descreve a inimizade mortal dos homens naturais contra Deus como sendo seu veneno. Principalmente “em primeiro lugar porque eles são os filhos da antiga serpente, o diabo. Todos os homens naturais são a semente da serpente. Veja Gênesis 3:15. Todos os que se opõem e não gostam dos filhos de Deus fazem isto por que eles são a semente da serpente, e o veneno da antiga serpente permanece neles. João, o Batista chama os fariseus de uma raça de víboras (Mateus 3:7). De maneira ainda mais terrível o nosso abençoado Senhor faz em Mateus 23:33: “Serpentes, raça de víboras”. Os fariseus e saduceus não eram de natureza diferente da nossa; eles tinham a mesma carne e sangue, e o mesmo coração perverso; eles eram filhos de seu pai, o diabo, e queriam satisfazer os desejos de seu pai: “O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente. Em segundo lugar, porque eles têm uma inimizade mortal contra Deus. O veneno da serpente é um veneno mortal. Quando ela lança um bote em um homem ela procura matá-lo. Esse é o veneno cruel do coração natural contra Deus. Ele é um inimigo mortal de santo governo de Deus. Foi dito: “Se o trono de Deus estivesse dentro de seu alcance, e você soubesse, ele não estaria seguro nem mesmo por uma hora”. Ele é um inimigo mortal do próprio ser de Deus, Salmo 14:1: “Disse o néscio no seu coração: Não há Deus”, em seu coração ele diz isto, este é o desejo secreto de cada peito não-convertido. Se o peito de Deus estivesse ao alcance dos homens seria esfaqueado um milhão de vezes em um momento. Quando Deus se manifestou em carne, ele foi totalmente desejável; Ele não cometeu pecado; Ele andava continuamente fazendo o bem e ainda assim eles O tomaram e O penduraram no madeiro; eles zombaram e cuspiram nEle. E desta mesma maneira os homens fariam com Deus novamente.

Oh! Querido leitor talvez você esteja em seus pecados, seu veneno “e tu sejas como a víbora surda, que tapa os ouvidos, para não ouvir a voz dos encantadores, do encantador sábio em encantamentos.” (Salmos 58:3-5)

Mas ouçam isto: “Cristo é o grande encantador. Sua voz é como o som de muitas águas. Jamais alguém falou como este homem. Quando André e Pedro O ouviram, eles deixaram tudo e seguiram-nO; assim como Tiago, João e Mateus. Quando a noiva O ouve, ela exclama: A voz do meu amado! Quando as ovelhas ouvem a Sua voz elas O seguem; quando os mortos ouvem a Sua voz, eles ressuscitam; quando os oprimidos O ouvem, eles encontram descanso.

Mas os homens não-convertidos não ouvirão. Eles são como Manassés, eles não darão ouvidos; eles são como os judeus quando Estevão pregou, eles taparam os ouvidos e correm.

Ah, quantos de vocês estão fazendo a mesma coisa, tapando seus ouvidos? Quantos de você taparam seus ouvidos com o barulho do mundo, com seus negócios e cuidados, com alguma luxúria favorita? A voz do grande encantador foi ouvida muitas vezes neste lugar, e alguns já a ouviram e seguiram-nO; e por que você seria deixado para trás?”.

Siga a Cristo e viva.
 

Informação adicional

Autor