Informação adicional

Autor

Adeus! Por Anne Dutton

REF: 53e606d90d0d Categoria:

Descrição

Minha mui querida irmã em nosso precioso Senhor,

Alegro-me em ouvir sobre a prosperidade de sua alma sob essas aflições que têm vindo sobre seu corpo. Eu tenho novamente sido visitada com doença, e estou fraca. A mão e o coração de nosso próprio Deus, o nosso Deus de amor, está em tudo para nós. Em tudo, amemos, bendigamos e adoremos o Seu Nome, pois honrosas e gloriosas são todas as Suas obras, e Ele é mui digno de nosso louvor em tudo. Sob a doce, crescente influência do livre amor de Deus, nós O amamos tanto quando Ele franze a testa, como quando Ele sorri.

Um espírito crente, amoroso, adorador, sob castigo Divino, é um excelente espírito — um estado de alma que glorifica a Deus. Nossas aflições, leves como elas são, quando sendo colocadas sobre nós e nós resistimos sob elas, por meio da mão todo-graciosa e todo-poderosa do Senhor, são feitas bênçãos para nós. Elas podem muito bem ser suportadas por nós, não somente enquanto elas são designadas, e terminarão, em proveito presente e eterno de nossa alma, mas também, e principalmente, em que o nosso Deus é e será glorificado por demonstrar a Sua glória de Seus infinitos amor, graça, misericórdia, sabedoria, poder, fidelidade e bondade paternal em relação a nós nelas — e pela nossa atribuição de toda a honra em dever filial a Ele.

Nosso Deus está infinitamente envolvido em toda aflição, para o nosso bem. Logo, vamos sinceramente, sim unicamente, estar preocupados com a Sua glória como o nosso dever nela, lançando todos os nossos cuidados sobre Aquele que cuida de nós.

Vamos bendizer a Deus quando chegarmos ao Céu, por cada tipo e grau de aflição que nós atravessamos na terra, por cada tribulação, e por todas as circunstâncias envolvidas nela, na qual somos capacitados a glorificar a Deus.

Buscando esse temperamento celestial, e um aumento dele, laboremos, enquanto peregrinos sobre esta terra. Um submisso, paciente, alegre, agradecido estado de espírito, sob a mão de Deus que aflige, é aquela honra, aquela reverência que devemos a Ele como um Pai, e isso é inefavelmente doce e excessivamente proveitoso para nós, como Seus filhos. Em breve, logo, não haverá mais pecado e dor. Uma plenitude, uma eternidade de alegria e glória na presença imediata de Deus e do Cordeiro nos espera.

Nossas aflições são dadas a nós como um fruto da graça do Pai, da obtenção e intercessão do Filho, e como uma temporada em que o Espírito nos prepara aqui em baixo para aquela glória que está preparada para nós acima. Oh, minha querida irmã, todas as coisas são nossas, seja a vida ou a morte, seja o presente, seja o futuro. O tempo com todas as suas mudanças, seus confortos e cruzes, e a eternidade com todas as suas grandes e imutáveis ​​glórias, são nossas! Cristo é nosso, e todas as coisas nEle e com Ele, e nós somos Seus, e estaremos em breve com Ele, onde Ele está, para que contemplemos a Sua glória! Seremos semelhantes a Ele, perfeitamente assim, porque O veremos como Ele é! Nós não estaremos por muito tempo ausentes, mas em breve estaremos para sempre com o Senhor, para que O vejamos, amemos, louvemos perfeitamente e eternamente. Oh, abençoado dia! Ele se apressa sobre nós. Um dia sem nuvens, sem declínio, sem fim! Um dia magnífico, brilhante, que espalhará as suas glórias sobre todos, quando o Senhor será a nossa luz perpétua, e nosso Deus a nossa glória!

Então, adeus para sempre! Adeus tribulações! Adeus, pecado! Adeus tristeza! Adeus, morte! Adeus, escuridão! Adeus, dor! Adeus, fraqueza! A mortalidade será tragada na vida! E, enquanto isso, minha querida irmã, prossigamos com fé e esperança nesta vida eterna, a qual o Deus que não pode mentir, prometeu; e amemos e adoremos o Senhor em todas as coisas, sigamos o Cordeiro, mesmo onde quer que Ele vá, até chegarmos à glória imortal com Ele. E agora, minha pequenina, ao terno cuidado de seu Pai eterno, eu a entrego. Que a Sua presença esteja com você, e Sua bênção sobre você, continuamente.
 

Informação adicional

Autor