Informação adicional

Autor

As Ramificações da Depravação Humana, por A. W. Pink

REF: 5feeba3bc3e0 Categoria:

Descrição

Em mais este excelente estudo sobre a doutrina da Depravação Humana, A. W. Pink desta vez discorre sobre as ramificações que a Queda acarretou a nós.

Segundo o autor: “A corrupção tem invadido cada parte da nossa natureza, espalhando-se por todo o ser complexo do homem. Assim como distúrbios físicos não poupam os membros do corpo, de modo muito semelhante o espírito do homem não escapou da devastação da depravação; no entanto, quem é capaz de compreendê-la em sua terrível amplitude e profundidade, comprimento e altura? Não é simplesmente as potências inferiores da alma, fomos infetados com esta praga do pecado, mas o contágio subiu para as regiões mais altas das nossas pessoas, poluindo as faculdades sublimes. Esta é uma parte do castigo de Deus. É um grande erro supor que o julgamento Divino sobre a deserção do homem está reservado para a próxima vida. A humanidade está fortemente penalizada neste mundo, tanto externa como internamente, uma vez que nele estão sujeitas a muitas dispensações adversos da providência: Externamente, em seus corpos, nomes, propriedades, relações e empregos e finalmente, com a morte física e dissolução. E Interiormente, pela cegueira de espírito, dureza de coração, paixões turbulentas, a roer de consciência. Embora estas últimas sejam pouco consideradas, em razão da sua estupidez e insensibilidade, contudo as visitas internas da maldição de Deus são muito mais terríveis do que as externas, e são consideradas como tal por aqueles que verdadeiramente temem ao Senhor e veem as coisas em Sua luz.”

Durante mais esta exposição o Sr. Pink, destaca como as Ramificações da Queda, e consequentemente da Depravação Humana:

1. Cegueira de espírito.

2. Dureza de coração.

3. Afeições desordenados.

4. Consciência corrompida.

5. Incapacidade da Vontade.

Aqui, então, estão as ramificações da depravação humana. A Queda cegou a mente do homem, endureceu o seu coração, desordenou as suas afeições, corrompeu a sua consciência, diminuiu a capacidade de sua vontade, e deste modo não há “coisa sã” nele (Isaías 1:6), “não habita bem algum” em sua carne (Romanos 7:18).

***

ROMANOS 5:14-21

14 No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir.

15 Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa. Porque, se pela ofensa de um morreram muitos, muito mais a graça de Deus, e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos.

16 E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. Porque o juízo veio de uma só ofensa, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação.

17 Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.

18 Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.

19 Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.

20 Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça;

21 Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.

***

Salva-nos Senhor e seremos salvos, em o Nome de Jesus Cristo te pedimos. Amém!
 

Informação adicional

Autor