Informação adicional

Autor

Não Me Envergonho do Evangelho, por R. M. M’Cheyne

SKU: 7b10a7a2a746 Categoria:

Descrição

Este sermão alicerçado em Romanos 1:15-18, considera a Grandeza do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, “pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê”, ao revelar-nos a “justiça de Deus de fé em fé”. Assim, M´Cheyne considera, bíblica e belamente, como lhe é habitual:

1. Onde Paulo desejou pregar.

2. O que Paulo queria pregar.

3. O que Paulo sentia.

I. Razões pelas quais os homens mundanos envergonham-se do Evangelho.

1. Porque é loucura.

2. Devido ao mensageiro.

3. Porque eles odeiam a sua santidade. 

II. Razões pelas quais os crentes gloriam-se no Evangelho de Cristo.

1. Devido ao seu poder.

2. Devido a justiça de Deus revelada nele.

Não admira que Paulo foi tão corajosamente a Roma, quando ele tinha tal arma na mão. Ele sabia que os corações dos Romanos eram duros como diamante, orgulhosos como Lúcifer, e cheios de luxúrias como o inferno está cheio de espíritos imundos; ele sabia que Satanás tinha aquela cidade orgulhosa em seus braços; ainda assim, ali havia um poder – a verdade simples como é em Jesus – pela qual Deus poderia abater o mais orgulhoso e mais endurecido, para sentar-se aos pés de Jesus, vestidos e em seu perfeito juízo. Isso é o que nos habilita a continuar a pregar no meio de vós. Agora, eu tenho alguma experiência da dureza dos vossos corações, e que é mais fácil criar um mundo do que converter uma de vossas almas; mas o Evangelho é “o poder de Deus”, e eu não me desespero sobre a conversão de qualquer um de vocês. Deus é capaz de fazê-lo através deste poderoso Evangelho; “Porque para Deus nada é impossível”.

Ó irmãos! você já sentiu o poder do Evangelho? Será que o Evangelho chega a você não apenas em palavras, mas em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza? Ele quebrou seu coração, e o refez? Poderoso Evangelho! Só ele pode salvar. Pecador despertado! o Evangelho é “o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê”. Embora você tenha os pecados do Judeu e Grego, há o suficiente em Jesus para apaga-los todos. Embora seu coração seja duro, Deus é capaz, através deste poderoso Evangelho, de conquista-lo.

Ó irmãos! é isso que passamos a oferecer-lhes no dia de hoje; uma justiça tão grande que ela é capaz de vestir-lhe divinamente. Para cada pecado de vocês, aqui há uma ferida em Jesus. Pelos pecados da infância, aqui estão os sofrimentos de Sua infância; pelos pecados da juventude, aqui estão os sofrimentos de Sua juventude; pelos pecados da maturidade, aqui estão os sofrimentos de Sua maturidade. Para a sua infinita desonra feia à lei de Deus, aqui está a honra infinita feita à lei. Sua obediência é obediência divina. Pela sua vida profana, aqui está a Sua vida divinamente santa para cobri-lhes. Aqui estão Seus pensamentos divinamente santos para cobrir seus pensamentos impuros; aqui estão as Suas santas palavras, para cobrir as suas palavras profanas; Suas santas ações, para cobrir suas ações profanas. Há algo infinitamente vasto e glorioso na justiça de Deus. Quando o dilúvio cobriu a terra, ele cobriu as montanhas mais altas. Olhando de cima para baixo, e nenhum topo de montanha poderia ser visto, a não ser um vasto mundo de águas; uma vasta planície refletindo os raios de sol. Assim, se vocês neste dia inclinarem-se sob a justiça de Deus, as montanhas de seus pecados não serão vistas, mas apenas a grande vasta, profundida, gloriosa justiça do seu Deus e Salvador. Se vocês jogassem uma pedra na parte mais profunda do oceano, ela seria perdida e engolida pelas profundas ondas do oceano; assim, quando um pecador é lançado para baixo, sob a justiça de Deus, ele é como que absorto e imerso em Cristo.

Cristo Jesus, o SENHOR Justiça Nossa, seja louvado! Amém.
 

Informação adicional

Autor