Informação adicional

Autor

Nós Vivemos Em Um Mundo De Mudanças! Por Anne Dutton

REF: e5d0e9a1fbd4 Categoria:

Descrição

Embora breve, luminosa e consoladora carta pela pena amável de Anne Dutton.

Eis a carta:

Querido Senhor,

Vivemos em um mundo de mudanças! As dispensações de Deus para conosco mudam, as manifestações de Seu amor variam; a bondade dos amigos flui e reflui, e nosso amor a Deus e uns aos outros varia como a oscilante luz. Mas este, oh este, é nosso privilégio indescritível — e na primavera de nossa felicidade inefável e eterna, o amor de Deus por nós não muda! O amor do coração de Deus em relação a nós é tão imutável como o Seu grande Ser, cujo nome é EU SOU, e é tão invariável que essa Pessoa gloriosa por meio do qual ele flui, é ontem, hoje e eternamente o mesmo. Os propósitos da bondade de Jeová, os pensamentos de Seu coração ao nosso respeito, são firmes de geração em geração; e por meio de todas as nossas mudanças terrenas, Ele faz brotar em sobre nós algum novo fruto de Seu eterno amor imutável, de forma a refrescar as nossas almas peregrinas nesta terra deserta, e preparar-nos para o nosso descanso prometido na bem-aventurança imutável da abençoada eternidade.

Escuridão e distância assistem os filhos de Deus, no estado atual, mas nossa herança que se aproxima reside na luz, na presença imediata de Deus e do Cordeiro, onde alegrias perenes serão novas e plenas em intermináveis dias! Oh estado abençoado, quando nós seremos tão felizes, tão santos, como desejamos ser! Mais algumas provações, e seremos como o ouro que é sete vezes refinado! Um pouco mais de fé e paciência, e nossa carreira estará concluída e a coroa obtida! E, glória ao nosso Deus Triuno! Toda a graça necessária para nos capacitar a perseverar até a glória sem fim é, e será dada a nós. Ah, fossem as nossas graças deixadas à sua própria força, e à nossa administração, elas em breve voariam aos pedaços e não mais existiriam. Mas, bem-aventurado é o homem cuja força está no Senhor, e cuja alma novamente criada está sob os cuidados de Jeová, que opera nos santos tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade, e aperfeiçoará o que lhes diz respeito, e não abandonará a obra das Suas próprias mãos.

Eu entrego você Àquele em Quem você crê, o Qual é capaz de guarda-lo de tropeçar, e lhe apresentar irrepreensível diante da presença de Sua glória, com alegria!
 

Informação adicional

Autor