Informação adicional

Autor

O Nosso Capitão-Líder, O Senhor Nosso Amado, por Anne Dutton

REF: f49c7c3ac615 Categoria:

Descrição

Nesta breve, mui preciosa Carta, a amável Anne Dutton exalta tão bela e poderosamente, “O nosso Capitão-Líder, o Senhor nosso Amado”, de modo que a cada pequeno trecho, o coração crente exclama: “Aleluia! E mais uma vez, deixe-nos dizer: “Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina” [Apocalipse 19:6]! Sola Gratia! Soli Deo Gloria!

“A minha alma se fartará, como de tutano e de gordura; e a minha boca te louvará com alegres lábios” (Salmos 63:5).

***

Eis a Carta:

Caro Senhor,

Pode haver obstáculos e impedimentos na construção e beleza do templo espiritual, na edificação e glória da igreja evangélica. Mas, a obra é de Deus, e prosperará nas mãos do nosso Zorobabel. As Suas mãos, as quais têm lançado os alicerces — as Suas próprias mãos devem terminá-lo, e Ele trará a pedra angular com aclamações: “Graça, graça a ela” [Zacarias 4:7]. Nem quaisquer impedimentos alguma vez permanecerão no caminho do crescente interesse do Salvador, senão o que servirá como uma folha para ilustrar o brilho daquele poder onipotente, infinita graça, verdade e fidelidade, que em breve, muito em breve, redundará na glória dEle e da Igreja, a despeito de toda a oposição dos poderes das trevas.

Nem o menor suspiro de seu coração dilatado, nem um desejo de sua alma alargada, nem a menor tentativa que você já fez para o avanço dos interesses do Redentor, deixa de ser registrado por Ele no livro de Sua lembrança, e será recompensado por Ele no Seu advento. E eis que este Senhor e Rei da Glória será, Ele mesmo, o seu grandiosíssimo galardão! E você pode imaginar a medida de sua glória em Seu imensurável Senhor? Não! A felicidade do Céu é imensa.

Mas, pense, oh, pense com deleite, naquelas doces antecipações de Deus com o que a sua alma bem-aventurada foi favorecida em tempos passados! Que paz e descanso, que alegria refrescante, tem sido dada ao seu espírito quando Jesus se aproximou! A sua felicidade naqueles momentos felizes não era inefável, sua alegria cheia de glória indizível e a sua recompensa abundantemente grande e plena? E, ainda assim, pense, oh, pense com crescente alegria, que toda a sua alegria arrebatadora do coração, a sua recompensa nisso que satisfez o coração, se comparadas com aquilo que está por vir na presença imediata, e pleno gozo eterno de Deus e do Cordeiro, não é mais do que uma gota no oceano imenso! Há alegria em ti agora; mas, a seguir, tu entrarás em alegria, mesmo no gozo do teu Senhor. Deus coloca uma glória sobre você agora; mas, no porvir, o seu Deus será a sua glória! Alegre-se, portanto, como um herdeiro de Deus e coerdeiro com Cristo!

E, até que você chegue em sua herança eterna, deixe que o seu Pai escolha sua porção temporal de tribulações, as quais devem prepará-lo para o seu destino eterno de glória. E não pense ser estranho, se um tão querido favorito dos Céus deve se encontrar em uma variedade e perpetuidade de dores na terra, nem se as suas maiores provações devem ser reservadas para o fim. Receberemos o bem de Deus, e não receberíamos o mal? [Jó 2:10]. Caminharemos alegremente em luz, e não pacientemente na escuridão? Especialmente desde que nós temos um tão doce companheiro na tribulação como nosso Senhor Jesus, que nos ama imensamente, e irá falar-nos consoladoramente. Deus, nosso Pai deu Cristo para ser nosso Líder, para ser o Capitão da nossa salvação e, como tal, Ele está continuamente conosco, e vai adiante de nós. Através de todo o caminho deserto, mesmo na última etapa do mesmo, Ele nunca nos deixará nem nos abandonará. Ele pisará os espinhos diante de nós, para fazer o caminho razoável para nós, e fácil para os nossos frágeis pés.

E Ele jamais permitirá que dor alguma nos machuque, senão o que Ele veja como absolutamente necessária para nós, e a qual Ele mesmo, por uma simpatia infinita, suportará conosco. A ternura mais suave do parente mais próximo e mais estimado não é digna de um pensamento, se comparada com a afeição infinita de Cristo, nosso Emanuel, nosso Marido, Irmão, Amigo, em Quem toda a plenitude da Divindade habita. Em nosso Senhor Jesus há uma plenitude da terna misericórdia, pela qual Ele pode ser, e é, intimamente tocado com o senso de nossa miséria. E nEle também há uma plenitude de poder para aliviar e libertar, o que, a partir de uma infinidade de amor, graça e fidelidade, Ele exercerá para nos salvar perfeitamente. O nosso Capitão-Líder, o Senhor nosso Amado, vai adiante de nós como um poderoso conquistador, para vencer todos os nossos inimigos, para tornar a nossa angústia serva de nossa felicidade, para tragar a morte na vitória, e para elevar-nos com Ele para reinar na vida e glória imortal.

Vamos, então, em fé, e sem temor, nos comprometer inteiramente à liderança onisciente e toda-misericordiosa de nosso Senhor, e alegremente, subir do deserto, encostados ao nosso Amado [Cânticos 8:5]. Pois, eis que nós seremos plenamente persuadidos, “Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor” [Romanos 8:38-39]. Aleluia! E mais uma vez, deixe-nos dizer: “Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina” [Apocalipse 19:6].

Que a Sua rica, reinante graça seja com o teu espírito, e sobre ti em teu labor, até que tu descanses dos teus trabalhos e sejas recebido na glória, é o meu cordial anelo.
 

Informação adicional

Autor