Informação adicional

Autor

O Poder do Não-Conformismo, por C. H. Spurgeon

SKU: b4968eab76dd Categoria:

Descrição

“… irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”.

A vida Cristã é repleta de paradoxos. Um destes é que não há povo mais pacífico, trajado de um espírito manso e quieto, que é precioso diante do Seu Deus, como o Povo Cristão; mas também, não há um Povo nesta terra que seja convocado a lutar uma guerra mais feroz, vigorosa e constante, quanto os amados Cristãos. Todavia, somos lembrados que “não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”. E isso, confiando apenas na força e Vitória já conquistada por Seu Senhor e Capitão, portanto irmãos, “tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes”.

Se há um “dia mau” são estes em que vivemos. Uma luta pela Verdade está sendo travada, e precisamos estar sempre combatendo toda espécie de males que tentam atacar a Prescrição da Palavra de Deus para nossa fé e prática, e assim, buscam desonrar ao nosso Senhor e Rei Jesus.

Os inimigos, a nossa própria carne, o diabo, e o mundo.

Nossa vitória, garantida por Jeová.

Nosso uniforme, a veste puríssima de justiça nos dada pelas mãos de Emanuel.

Nossa arma, a Espada do Espírito,

Nosso Alvo e Prêmio, Cristo Jesus nosso Senhor.

O Caminho excelente a ser trilhado, o amor.

Sim, amor e verdade são como as pétalas de um botão de flor, tire apenas uma, e o todo é feito feio e arruinado. Se não for por amor à Verdade, e por amor a Jesus, irmãos, podemos ser “Não-conformistas” em relação ao Erro e ao mundo, mas os nossos corações não estarão conformados ao que o nosso Deus requer de nós, “que todas as nossas coisas sejam feitas com amor”, e que O amemos “de todo coração, e de toda alma, e de TODAS AS FORÇAS”. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes”.

Esta breve exortação do Sr. Spurgeon fez-me pensar em muitas coisas, e especialmente lembrar de um texto querido, que em certo momento assim diz:

O verdadeiro conhecimento de Deus deve gerar não apenas instrução, sabedoria e ciência do Altíssimo, mas principalmente amor. O homem ama a Cristo, e por meio deste amor que produz obediência e conformação com a Sua santa vontade, glorifica a Deus, que é o fim último de toda a criação (1 Pedro 4:11). […] Conheça a Cristo e ame-O. Este amor te controlará e fará proezas. Proezas de amor”.

***

“A vida de Deus na alma é uma força que nada pode confundir, e isso tem o poder, como o da espada flamejante do querubim às portas do Éden, para girar em todos os sentidos: ‘Não há outra semelhante; dá-ma’ [1 Samuel 21:9]”.

Que o Povo Cristão floresça, e encha a terra com frutos excelentes para o Seu Deus. Faça assim, Senhor, derrame de Seu orvalhar celestial, enche-nos do amor a Ti e ao Evangelho, vivifica-nos para que Te busquemos, que lutemos, em Teu Nome façamos proezas de amor, e vençamos, em, por e para Cristo Jesus.

Amém!
 

Informação adicional

Autor