Informação adicional

Autor

O Significado da Cruz, por Paul Washer

SKU: 85fab654d841 Categoria:

Descrição

“… longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo”; “nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus”.

***

Eis o esboço desta pregação:

• No ensino da cruz, a maioria das pessoas está falhando completamente, no essencial.

• Porque o Filho de Deus —Deus feito carne — porque era necessário que Ele morresse? Porque Deus não poderia simplesmente perdoar a todos? Já pensaram nisso?

• Provérbios 17:15, vejam o que diz: “O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, tanto um como o outro são abomináveis ao Senhor”. Vamos considerar somente esta frase: o que justifica o ímpio é abominável ao Senhor. Agora temos um grande problema, a maioria das canções que cantamos hoje são sobre Deus justificando o ímpio. É sobre isto que cantamos o tempo todo. “Deus justifica-nos, embora sejamos pecadores”. “Deus declarou-nos justos”. É isto o que a justificação significa: Deus vos declarou justo diante dEle. E vocês louvam a Deus por isso. Mas há aqui um grande problema. Percebem o que é?

• Agora começamos a ver porque era necessário que Deus, o Filho, morresse. Deus não pode simplesmente perdoar. A justa Lei exige que o pecador morra. Exige!

• Para Deus perdoar o ímpio, e continuar justo, Ele tem que morrer no lugar do ímpio. É a única forma dEle perdoar: morrer no lugar do ímpio.

• Ouço muita gente dizer: “Deus não atira ninguém no Inferno!”. Bem, isso é muito “bonito” para escrever nas costas de uma camiseta cristã, ou cantar numa música Cristã contemporânea, mas não é Bíblico.

• Em todo o Cristianismo histórico, quando diz “inimigos de Deus”, sabem o que realmente significa? Não apenas você era inimigo de Deus, apontando-Lhe a sua arma, mas Deus era seu inimigo, apontando a você a Sua arma. Você baixa a sua arma, ótimo! Ele ainda tem a dEle apontada para você. Você é um criminoso, quebrou a Lei, merece morrer; pode baixar a sua arma para render-se, se quiser, mas mesmo assim vai para o Inferno. Porque, não somente você é inimigo dEle, mas Ele é seu inimigo. Deus diz coisas na Bíblia como “Eu vou odiá-los”, “Eu fui contra eles”, “Eu pelejarei contra vós”, “Ele arvorará o estandarte” (veja Jeremias 21:5; Isaías 5:26).

• Mais uma vez este Deus do cristianismo do século XXI é muito diferente do Bíblico, e muito diferente do que foi pregado ao longo de 2.000 anos de História Cristã. Então, como veem, não só vocês se fizeram inimigos de Deus, como também Deus era vosso inimigo. E aquele de quem precisam ser salvos é de Deus, porque Ele está vindo.

• O problema que vocês têm que perceber é que há punição. Nós quebramos a Lei de Deus, portanto merecemos ser punidos. De onde vem essa punição? Faça a si mesmo esta pergunta. De onde vem essa punição? Nós crescemos sob uma pregação que nos diz: “Bem, se pecar sabe que algo de mau acontecerá a você; não é Deus, são só as consequências do pecado. É como a lei da gravidade; se salta pela janela, vai ferir-se; se peca, vai ferir-se. Não é Deus que o faz, é apenas assim que as coisas são”. Isto não é verdade. Deus fala por toda parte [da Bíblia] que virá e julgará contra o pecado das pessoas. Ele o diz; leiam a Bíblia. Por toda parte diz isto! “Eu virei contra vós”, “colocarei contra vós o Meu rosto” (veja Jeremias 18:11). Ok? Então, percebemos que fomos salvos de Deus e da Sua punição. Então, como esta punição é abolida?

• Quando Jesus, o Filho de Deus, estava morrendo na cruz, não foram as lanças dos romanos, nem a coroa de espinhos, nem cravos em Suas mãos que salvaram você. Não é isso que paga o crime. Quanto ao sofrimento que os homens infligiram a Jesus, Deus não olha para isso e diz: “Ok, é o suficiente!”. Não foi isso que pagou pelo seu pecado! O que pagou o seu pecado? Vejam Isaías 53. Foi isto que pagou o seu pecado, Isaías 53:10: “Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo”.

• O pecado que evoca o ódio de Deus, e quero mesmo dizer a palavra ódio, ok? Deus odeia! O pecado que evoca o ódio de Deus foi depositado sobre o Seu Filho. Todos os pecados do povo de Deus, desde o primeiro homem salvo na face da Terra até à última pessoa salva na face da Terra — todo o povo de Deus —– todo o seu pecado é depositado sobre o Filho. Toda a justiça de Deus, a justa punição, mas também o justo ódio de Deus, a justa repugnância de Deus, tudo o que devia ser derramado sobre estas criaturas pecadoras por toda a eternidade, Deus derrama sobre o Seu Filho Unigénito. Esmaga-O sob o peso da Sua própria justiça.

• Você e eu somos uma abominação perante Deus.  Para que fôssemos perdoados, Deus tinha que morrer como uma abominação em nosso lugar. Você e eu merecemos ser esmagados debaixo da ira de Deus. Para que Deus nos salvasse e perdoasse, Ele foi esmagado debaixo da Sua própria ira. É isto que é a cruz! É isto que significa! E agora consegue perceber porque se tiver uma visão celestial do que realmente aconteceu naquela cruz, isso afetará você pelo resto da sua vida. Vai tornar você um prisioneiro daquilo. Não será capaz de o deixar.

• “Um Jesus amoroso nunca mandaria ninguém para o Inferno”. Querem saber de uma coisa? Se não fosse pelo Jesus amoroso nós nem teríamos a doutrina do Inferno. Sabiam isto?

• Então, lembre-se agora, quando ouvir sobre Jesus morrendo por você: Agora já sabe que é mais do que chicotadas; aquelas chicotadas não eram nada. Não quero depreciar o Seu sofrimento físico mas, amigos, o importante na cruz é o Filho de Deus sendo esmagado pelo Seu próprio Pai. E quando Ele clamou: “Está consumado!”, significou: está completamente pago. Sabe porque Deus não pode derramar a Sua ira sobre você, se é Cristão? Ele não pode nunca derramar a Sua ira em você. Nunca! O seu julgamento, a Sua ira, Ele não pode derramar em você. Nunca! É impossível! Ele não pode fazê-lo! Ele agora só pode agir com você com o maior amor, o mesmo amor com que Ele amou o Seu querido Filho Unigênito; é com esse amor que Ele ama você. Ele não pode amar você com nada menos do que isto. Quer saber porque Ele não pode derramar a Sua ira em você? Eu digo o motivo. Porque o Seu Filho a bebeu. Não existe mais. Foi-se! Ele bebeu-a. Não sobrou nada para você. Já não há punição para você, se é Cristão. Mas se não é, oh, meu amigo, nem queira saber, não queira saber o que espera você.

• Vamos orar.

Pai, agradecemos a Ti por este dia. Pedimos, Senhor, a Tua bênção e a Tua ajuda. E, Querido Deus, ajuda-nos a reconhecer o que fizeste por nós, ao dar-nos o Teu Filho. Não nos deste um anjo, nem ouro, nem uma porção do trono, mas deste-nos o Teu Filho Unigénito. E por isso Te adoraremos por toda a eternidade. Temos um Irmão mais velho, que não Se envergonha de nos chamar irmãos e irmãs, porque morreu por nós. Levou o nosso pecado, e deu-nos e Sua própria justiça. Em o Nome de Jesus, Amém.
 

Informação adicional

Autor