Informação adicional

Autor

Sermão Nº 1024, O Trono da Graça, por C. H. Spurgeon

SKU: 14a72771f840 Categoria:

Descrição

Irmãos, recomendamos a leitura deste excelente e-book ‘O Trono da Graça’, pela pena piedosa e habilidosa do príncipe dos pregadores. Gostaríamos que ele mesmo vos apresentasse este texto sobre a Maravilhosa e Soberana Graça de nosso Deus resplandecente na verdadeira oração:

“Estas palavras são encontradas embutidas neste verso gracioso, ‘Cheguemos, pois, com confiança ao Trono da Graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno’. Elas são uma joia engastada em ouro; a verdadeira oração é uma aproximação da alma, através do Espírito de Deus, ao Trono de Deus; não é a pronunciação de palavras. Não é somente o sentimento de desejos; é a progressão dos desejos a Deus, a aproximação espiritual de nossa natureza ao Senhor nosso Deus.

A verdadeira oração não é um mero exercício mental, nem uma performance vocal, mas é muito mais profunda do que isso, é a transação espiritual com o Criador do Céu e da Terra. Deus é Espírito invisível aos olhos mortais, e apenas pode ser percebido pelo homem interior, o nosso espírito dentro de nós, gerado pelo Espírito Santo em nossa regeneração, discerne o Grande Espírito, comunga com Ele, Lhe dirige seus pedidos e recebe dEle respostas de paz. É um negócio espiritual do começo ao fim; sua intenção e objetivo final não para o homem, mas para achegar-se a Deus.

Para tal oração, é necessário o trabalho do Espírito Santo; se a oração fosse de lábios somente, nós precisaríamos apenas da respiração em nossas narinas para orar; se a oração fosse de desejos somente, muitos excelentes desejos são facilmente sentidos, até mesmo por homens naturais; mas quando é o desejo espiritual e a comunhão espiritual do espírito humano com o Grande Espírito, o Espírito Santo deve estar presente em tudo! Ele deve dar-lhe sua vida e poder, ou então, a verdadeira oração nunca será apresentada.’”

“Que Deus, o Espírito Santo, nos ajude a usar corretamente, a partir deste momento em diante, ‘O Trono da Graça’. Amém.”
 

Informação adicional

Autor