Informação adicional

Autor

Sermão Nº 131, A Salvação Pertence Ao Senhor, por C. H. Spurgeon

SKU: 3bc81330e9b9 Categoria:

Descrição

Com base na gloriosa verdade, “Ao SENHOR pertence a salvação!” (Jonas 2:9, ARA), Charles Spurgeon,

• Em primeiro lugar, explica a doutrina de que a salvação é do Senhor, ou de Jeová. Devemos entender por isso, que o conjunto da obra pela qual os homens são salvos de seu estado natural de pecado e ruína e são transportados para o Reino de Deus e feitos herdeiros da felicidade eterna é de Deus e dEle somente. “Ao SENHOR pertence a salvação!”.

• Em segundo lugar, anuncia como Deus tem preservado esta doutrina.

“[…] meus irmãos e irmãs, Deus cuidou para que nunca seja dito que a conversão é do homem […] pois: “Ao SENHOR pertence a salvação!”, e assim deve ser, até o fim do mundo.

• Em terceiro lugar, expõe qual deve ser a influência desta doutrina sobre os homens.

“Eu te desafio a ser heterodoxo, se você acredita nesta verdade de Deus! Você será sadio na fé, se você aprender a soletrar esta frase: “Ao SENHOR pertence a salvação!”. E se você sentir isso em sua alma, você não se orgulhará. […] Você dirá: “Minha salvação não depende de minha fé, mas do Senhor. Minha preservação não depende de mim mesmo, mas de Deus, que me guarda. Meu ser levado para o Céu já não repousa em minhas próprias mãos, mas nas mãos de Deus!”

•••

“A salvação não repousa sobre este pobre braço, senão eu me desesperaria, mas ali no braço do Onipotente, o braço no qual os pilares dos céus se apoiam!”

“Mas agora lembre-se! Você tem alma! Essa alma será condenada ou salva! O que será? Maldita para sempre ela será a menos que Deus o salve, a menos que Cristo tenha misericórdia de você, não há esperança para você! Caia de joelhos! Clame a Deus por misericórdia! Agora, levante o seu coração em oração a Deus. Pode ser agora o momento em que você será salvo! Antes que a próxima gota de sangue corra em suas veias, você pode encontrar a paz! Lembre-se, que a paz deve ser obtida AGORA. Se você sente agora a sua necessidade de paz, ela deve ser obtida agora! E como? Por meio de uma simples solicitação a Ele! “Pedi e vos será dado, procurai e achareis”.

“Mas se os seus ouvidos recusam A linguagem da Sua graça, Seus corações crescem duros, como Judeus teimosos, Nessa corrida descrente; O Senhor com vingança se vestiu, Deverá levantar a mão e jurar, ‘Você que desprezam meu repouso prometido Não terão parte lá’.”

Oh! que vocês não sejam desprezadores, para que vocês não se “assombrem e pereçam!” Agora, que vocês possam correr para Cristo e serem aceitos no Amado. É a minha última e melhor oração. Que o Senhor possa ouvi-la! Amém.

Amém!
 

Informação adicional

Autor