Informação adicional

Autor

Sermão Nº 228, O Sangue, por C. H. Spurgeon

SKU: 9c404c55d75a Categoria:

Descrição

Este é um dos sermões mais belos e profundos que já traduzimos. É um escrito muito simples, muito bíblico e por isso muito belo. Mui consolador.

Charles discursa sobre o precioso sangue de Cristo sua natureza e implicações. O sangue de Cristo é todo-suficiente para nos salvar e nos purificar de “todo o pecado” [1 João 1:7], sito é posto nas seguintes palavras: 

“Mais uma vez podemos dizer do sangue de Cristo, é todo-suficiente. Não há caso o qual o sangue de Cristo não pode atender. Não há pecado que não possa lavar. Não há multiplicidade de pecado que ele não possa limpar, nenhum agravamento de culpa que ele não possa remover. Você pode ser duplamente tingindo como a escarlata. Você pode ter ficado na lixívia seus pecados esses 70 anos, mas o sangue de Cristo pode tirar a mancha! Você pode ter quase blasfemado dEle tantas vezes quanto você respirou, você pode ter rejeitado quantas vezes você ouviu o Seu nome. Você pode ter quebrado o Seu Sabath, você pode ter negado Sua existência, você pode ter duvidado de Sua Deidade, você pode ter perseguido Seus servos, você pode ter pisado em Seu sangue, mas tudo isso o sangue pode lavar! Você pode ter cometido prostituição, sem número – não, o assassinato em si pode ter contaminado suas mãos – mas esta fonte cheia de sangue pode lavar todas as manchas! O sangue de Jesus Cristo nos limpa de todo o pecado. Não há nenhuma espécie de um homem, não há abortivo da humanidade [1 Coríntios 15:8], nenhum demônio em forma humana que esse sangue não possa lavar! O inferno pode ter procurado fazer um modelo de iniquidade, ele pode ter se esforçado para colocar o pecado e pecado e pecado juntos até que fez um monstro em forma de homem – um monstro abominável da humanidade, mas o sangue de Cristo pode transformar aquele monstro! Sete demônios de Madalena ele pode expulsar. Ele pode aliviar a lepra profunda, ele pode curar a ferida de aleijados, sim, o membro perdido ele pode restaurar! Não há doença espiritual, que o Grande Médico não possa curar. Esta é a grande panacéia, o remédio para todas as doenças! Nenhum caso poderá exceder a sua virtude, isto nunca será tão preto ou vil; todo-suficiente, todo-suficiente sangue!”

Há muitíssimo mais que dizer sobre tão precioso sermão, mas o leitor destas palavras terá que ler aquelas palavras e descobrir por si mesmo.

Ó, Jesus o Teu sangue precioso me lavou.
Todos os meus pecados e iniquidades levou.
Ó, Cordeiro de Deus, por mim na Cruz morreste,
E na Cruz, por Amor, vida eterna me concedeste!

Bendito seja o teu nome pelos séculos dos séculos!
 

Informação adicional

Autor