Informação adicional

Autor

Sermão Nº 69, As Alegorias de Sara e Agar, por C. H. Spurgeon

REF: fdeb63374298 Categoria:

Descrição

 

 

Recomendamos a leitura atenciosa deste precioso e instrutivo Sermão sobre o que…

… está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava, e outro da livre.

Todavia, o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas, o que era da livre, por promessa.

O que se entende por alegoria; porque estas são as duas alianças; uma, do monte Sinai, gerando filhos para a servidão, que é Agar.

Ora, esta Agar é Sinai, um monte da Arábia, que corresponde à Jerusalém que agora existe, pois é escrava com seus filhos.

Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é mãe de todos nós.

Porque está escrito: Alegra-te, estéril, que não dás à luz; Esforça-te e clama, tu que não estás de parto; Porque os filhos da solitária são mais do que os da que tem marido.

Mas nós, irmãos, somos filhos da promessa como Isaque.

Mas, como então aquele que era gerado segundo a carne perseguia o que o era segundo o Espírito, assim é também agora.

Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre.

De maneira que, irmãos, somos filhos, não da escrava, mas da livre.

(Gálatas 4:21-31)

***

• Não pode haver uma diferença maior no mundo entre duas coisas do que há entre a Lei e a Graça. E, no entanto, por estranho que pareça, enquanto as coisas são diametralmente opostas e, essencialmente, diferentes uma da outra, a mente humana é tão depravada e o intelecto, mesmo quando abençoado pelo Espírito, tornou-se tão desviado do julgamento correto, que uma das coisas mais difíceis do mundo é discernir corretamente entre a Lei e a Graça.

• Procuraremos… ensinar-lhes algo sobre as alegorias de Sara e Agar, de modo que possam, assim, entender melhor a diferença essencial entre os Pactos da Lei e da Graça.

I. Em primeiro lugar, nós convidamos vocês a observarem AS DUAS MULHERES: Agar e Sara. Diz-se que elas são os tipos dos dois Pactos.

II. Agora, vamos examinar os DOIS FILHOS. Enquanto as duas mulheres eram tipos dos dois Pactos, os dois filhos eram tipos de quem vive sob cada Pacto. Isaque é um tipo do homem que caminha pela fé e não pela vista, e que espera ser salvo pela graça. Ismael, do homem que vive pelas obras, e espera ser salvo por suas próprias boas obras.

III. A conduta de ISMAEL EM RELAÇÃO A ISAQUE.

IV. O que aconteceu com os dois filhos?

***

Cristo nos ilumine por Sua pura Graça. Amém!
 

Informação adicional

Autor