Informação adicional

Autor

Sermão Nº 924, Jesus Somente, por C. H. Spurgeon

REF: 73110e7285cd Categoria:

Descrição

 

“Eis mensagem do Senhor! Aleluia!

Em Cristo há plena salvação!

Ele salva o pecador, Aleluia!

Oh! Dai-lhe agora o coração.

Oh! Olhai, irmãos olhai!

Olhai só a Jesus.

Ele salva o pecador, Aleluia!

Sim salva quem confiante olhar!”

***

Este Sermão fala mui docemente ao coração de pobres pecadores como nós, a respeito da Toda-Suficiência de nosso Senhor Jesus Cristo.

Pecadores não convertidos são convidados a olhar para Jesus somente, para o “O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, e encontrar na Bendita Visão a salvação para suas almas cansadas pelo fardo do pecado:

“Somente pela fé em Jesus vocês podem ser salvos – mas queixar-se de si mesmos não é Fé. “Jesus somente” é o Caminho, a Verdade e a Vida. “Jesus somente” é o Salvador dos pecadores. Ó, que seus olhos estejam abertos, não para que vejam Elias, não para que vejam a Moisés – mas para que vejam a “Jesus somente” […] Há outros aqui que ainda não são Crentes em Jesus, e nosso desejo é que isso possa acontecer com eles, para que possam ver “Jesus somente”. “Ó”, diz alguém, “Senhor, eu quero ver os meus pecados! Meu coração é muito difícil e muito orgulhoso; Eu quero ver os meus pecados!” Amigo, eu também desejo que você deveria, mas eu desejo que você possa vê-los não em si mesmo, mas em Jesus somente! Nenhuma visão do pecado alguma vez traz tal verdadeira humilhação de espírito como quando a alma vê seus pecados repousando sobre o Salvador!”

E preciosas meditações são feitas para o Crente! Que bênção é ter toda a nossa visão preenchida por “Jesus somente”. Não precisamos olhar para mais nada ou ninguém, quando somos tomados pela abençoada contemplação de Jesus, apenas; tudo são sombras quando nossos olhos são iluminados pelos raios calorosos do Sol da Justiça! Em Cristo Jesus, somente, temos todo o consolo, refrigério, e motivações suficientes para viver, pelejar e morrer por:

“Nós não temos vergonha de confessar que somente a Velha Verdade de Cristo é eterna, todo o resto se foi ou deve ir, mas as torres do Evangelho se eleva nos destroços do tempo; para nós “somente Jesus” permanece como o único tópico do nosso ministério, e não precisamos de mais nada, pois “Jesus somente” deve ser a nossa Recompensa; estar com Ele onde Ele está; contemplar a Sua Glória; ser como Ele, quando o veremos como Ele é! Nós não pedimos nenhum outro Céu; nenhuma outra bem-aventurança pode conceber a nossa alma! O Senhor nos conceda que possamos ter uma plenitude deste, e “somente Jesus” será por toda a eternidade o nosso deleite”.

Em Jesus somente, em Quem toda a plenitude de Deus habita, há Fonte de Graça e Deleite Eternos:

“Em verdade, acho que se eu precisar trabalhar muito, tenho que viver com Jesus somente; se eu desejo sofrer pacientemente, eu tenho que alimentar-me de Jesus somente; se eu desejo pelejar com Deus com sucesso, devo declarar somente Jesus; se eu aspire vencer o pecado, devo usar o sangue de Jesus somente; se eu aspire aprender os mistérios do Céu, tenho que buscar os ensinamentos de Jesus somente! Eu acredito que qualquer coisa que acrescentamos a Cristo rebaixa a nossa posição; eu acredito que quanto mais elevada a nossa alma se torna, quanto mais próxima com o que há de ser quando ela entrar na região do perfeito, mais completamente todo o restante afundará, morrerá – e Jesus, Jesus, Jesus somente, será o Primeiro e Último, e Meio e sem fim, o Alfa e o Ômega de cada pensamento da cabeça e do pulsar do coração! Que seja assim com cada Cristão!”.

Ó, Senhor, que seja assim com cada Cristão, por causa de Jesus, somente!

Cristo é tudo! Fora de Cristo nada faz sentido, nada é verdadeiro, tudo é dor, e desespero, desde já e para sempre. Tudo existe por Ele, nEle e para Ele, para Seu louvor e Glória. Em tudo, tenha a preeminência, ó, Senhor Jesus. Amém.

Solus Christus! Soli Deo Gloria!
 

Informação adicional

Autor