Informação adicional

Autor

Sermão Nº 938, O Bom Soldado de Cristo, por C. H. Spurgeon

REF: 36ff76b0d636 Categoria:

Descrição

Este é um instrutivo Sermão de exortação por Charles Haddon Spurgeon, alicerçado em “Bom soldado de Jesus Cristo” (2 Timóteo 2:3). 

Paulo não imagina o Cristão com “o guardanapo na mão, sentado em uma mesa de banquete, mas sim com uma espada cingida sobre sua coxa, pronto para o conflito”.

Para alguns, a forma mais elevada de Cristão é um grande leitor, um estudante profundo dos melhores livros, com a finalidade de compor enigmas espirituais. Ele lê com nenhum fim prático, ele é um selecionador-de-palavras, um verificador ortográfico de sílabas, um ampliador de pontos microscópicos, um proficiente bíblico em minúcias, quanto mais uma passagem deixa os outros perplexos, mais certo ele está de que este é o seu significado! Ele se importa mais com as coisas que têm o suporte menos prático, ele é um bisbilhoteiro através de lunetas espirituais, imaginando que ele pode interpretar o que os homens mais sábios deixam para Deus explicar, ele é um caçador de querogrilos espirituais, que se forem capturados, nunca pagariam o caçador pela sua labuta, enquanto que o mais importante ele tem em pequena estima. Isso não parece ter sido a concepção de Paulo de um Cristão, pois o apóstolo não era amante de perguntas tolas e ignorantes quais conflitos de gênero.

E eu estou com medo, devo acrescentar, que para alguns, o ideal de um Cristão é o de um homem que pode acomodar sua existência em uma serenidade feliz, um homem que, depois de ter crido, ou professado crer em Cristo, resolveu o trabalho de sua vida para sempre, e a partir de agora pode-se dizer, “alma, fique à sua vontade, você tem de agora em diante em depósito muitos bens para muitos anos na sua própria segurança. Coma, beba, e se alegre no Evangelho; mas quanto a alimentar os famintos ou vestir o nu, você é o guardião de seu irmão? O que é isso para você? Olhe por você mesmo, e se você for bem, deixe o destino, ou providência, ou soberania, cuidar dos outros”, 

Paulo não parece ter retratado os verdadeiros crentes como preguiçosos dormindo sobre camas macias; sua descrição de um Cristão no texto é a de um soldado! 

O Cristão é um soldado no país de um inimigo sempre há a necessidade de estar em sua torre de vigia, constantemente ser combativo, embora não contra carne e sangue; com inimigos muito piores, a saber, com hostes espirituais da maldade nas regiões celestes.

O Cristão é um homem abnegado como o soldado deve ser. 

O soldado é muito frequentemente um homem sofredor, há feridas, há labutas, há estadias frequentes nos hospitais, pode haver cortes horríveis que deixam a alma exposta com o sangue. Assim, o soldado Cristão deve estar pronto para sofrer, sofrimento duradouro, sem olhar para o prazer mundano nesta vida, mas contando com a sua vontade de renunciar a sua vontade, por amor de Cristo.

O Cristão é acionado por ambições mais elevadas do que qualquer guerreiro terrestre jamais conheceu, ele vê uma coroa que pode nunca desaparecer, ele adora um Rei que mais do que todos é digno de ser servido, ele tem um motivo dentro dele que lhe move para as ações nobres, um Espírito Divino compelindo-o à maioria das ações abnegadas! Assim, você vê que o Cristão é um soldado, e que uma das principais coisas na vida Cristã é batalhar pela fé, e combater valorosamente contra o pecado.

Paulo não exorta Timóteo a ser um soldado comum, ou ordinário, mas a ser um “Bom soldado de Jesus Cristo”. 

I. Primeiro, então, nesta manhã, nos esforçaremos PARA DESCREVER UM BOM SOLDADO DE JESUS CRISTO.

II. Assim eu tenho de uma forma muito pobre descrito um bom soldado de Jesus Cristo. Dê-me alguns minutos, enquanto eu EXORTO-VOS A SEREM COMO TAL. E, observe, vou falar especialmente para os membros da Igreja Cristã.

Oh, então, meus irmãos e irmãs, em o nome de Jesus eu vos ordeno a serem fortes no Senhor e na força do Seu poder! Eu não tenho pregado aos pecadores, mas vocês farão isso, se você pegar o espírito deste sermão. Haverá muitos milhares de palavras faladas para os pecadores como o resultado desta exortação, se Deus, o Espírito Santo, atender meu propósito. Apenas esta palavra para aqueles que não são soldados de Jesus Cristo: confiem nEle agora! Venha agora e beije Seu cetro de prata da graça Divina, Ele perdoará o rebelde, e o tomará para ser Seu servo. Deus os abençoe. Amém.
 

Informação adicional

Autor