Informação adicional

Autor

Uma Descrição da Verdadeira Bem-Aventurança, por Christopher Love

REF: f84cff13f6ce Categoria:

Descrição

“Bem-aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na lei do SENHOR. Bem-aventurados os que guardam as suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos. Então, não terei de que me envergonhar, quando considerar em todos os teus mandamentos” (Salmos 119: 1-6).

Neste Sermão Puritano Não-conformista, Christopher Love desvela o senso prático das santas Palavras de vida eterna que saíram dos Lábios Graciosos do Capitão de nossa Salvação: “Mas ele disse: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam” (Lucas 11:28).

Por meio desta leitura, com a graça de Deus, que muitos possam ser exortados e animados a inclinar todo o ser a ouvir e buscar cumprir a Palavra de Deus como revelada na Bíblia, pois esta é a real bem-aventurança referida por nosso Senhor Jesus, que distingue os Seus verdadeiros seguidores dos meros professos da religião Cristã.

Que o Senhor Deus aplique aos nossos corações o que Dele há neste Sermão, e que possamos de todo coração dizer:

“Desfalecem-me os olhos à espera da tua salvação e da promessa da tua justiça. Trata o teu servo segundo a tua misericórdia e ensina-me os teus decretos. Sou teu servo; dá-me entendimento, para que eu conheça os teus testemunhos. Já é tempo, SENHOR, para intervires, pois a tua lei está sendo violada. Amo os teus mandamentos mais do que o ouro, mais do que o ouro refinado. Por isso, tenho por, em tudo, retos os teus preceitos todos e aborreço todo caminho de falsidade. Admiráveis são os teus testemunhos; por isso, a minha alma os observa. A revelação das tuas palavras esclarece e dá entendimento aos simples. Abro a boca e aspiro, porque anelo os teus mandamentos. Volta-te para mim e tem piedade de mim, segundo costumas fazer aos que amam o teu nome. Firma os meus passos na tua palavra, e não me domine iniquidade alguma. Livra-me da opressão do homem, e guardarei os teus preceitos. Faze resplandecer o rosto sobre o teu servo e ensina-me os teus decretos” (Salmos 119: 123-135).

Imploramos por Tua graça, Senhor, e pedimos que estas porções de Tua Palavra sejam gravadas em nossos corações e vividas em nosso cotidiano, para a Glória de Cristo. Amém.
 

Informação adicional

Autor