John Newton

John Newton (24 de julho de 1725 — 21 de dezembro de 1807, Londres). Foi um pastor Anglicano. Antes de sua conversão à fé cristã, era traficante de escravos. Como cristão, Newton tornou-se um defensor na Inglaterra do fim da escravidão. É o autor de muitos hinos preciosos, incluindo “Amazing Grace”. Na infância, Newton teve a influência de uma mãe cristã piedosa. Após o seu falecimento, ficou sob os cuidados do pai descrente. Acabou tornando-se traficante de escravos e vivendo longe do Senhor. No mar, em uma de suas viagens, seu navio enfrentou uma enorme tempestade. Newton ofereceu a sua vida a Cristo, achando que iria morrer. Após ter sobrevivido, ele foi realmente convertido e começou a estudar para ser pastor. Nos últimos 43 anos de sua vida ele pregou o evangelho em Olney e em Londres. Em 1782, Newton disse: “Minha memória já quase se foi, mas eu recordo de duas coisas: que eu sou um grande pecador, e que Cristo é meu grande salvador!”. No túmulo de Newton, lê-se: “John Newton, uma vez um infiel e um libertino, um mercador de escravos na África, foi, pela misericórdia de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, perdoado e inspirado a pregar a mesma fé que ele tinha se esforçado muito para destruir”.