Entre ou cadastre-se

Do Pedobatismo ao Credobatismo

R$41,93

R$41,93

Em estoque

Simulação de frete

Descrição

Um homem de convicção é algo raro. Com muita frequência, somos tentados pelo conforto de nossas circunstâncias de vida e recusamos a considerar o custo de buscar e defender a verdade.

Neste livro, o Dr. Gary Crampton explica sua busca e assume sua posição em defesa da doutrina bíblica do batismo de crentes. Após um processo de duas décadas, depois de contemplação em oração e exame da Palavra de Deus, tomos teológicos e todo o material pertinente, ele publicou esta defesa de suas convicções.

Este é um livro envolvente. Ele oferece evidências de uma busca incansável pela verdade, impulsionada por uma premissa inquietante: o Dr. Crampton não encontrou base para o batismo infantil nas Escrituras Sagradas. Para seu crédito, essa realidade o levou a examinar todos os aspectos da doutrina e concluir que suas antigas crenças e práticas não estavam alinhadas com o padrão da verdade. Isso deve servir como um desafio útil aos nossos queridos amigos pedobatistas. Apelo a eles para estudarem, contemplarem e examinarem este livro. Oh, que mais homens sigam esse exemplo!

James M. Renihan, Ph.D.

Autor de “Edificação e Beleza: A Eclesiologia Prática dos Batistas Particulares Ingleses, 1675-1705”

 

Esta obra é um exercício de humildade. Nunca é fácil mudar crenças profundamente enraizadas sem dor particular e alguma angústia da alma, a menos que se esteja mais comprometido com a verdade do que com o prestígio pessoal.

O Dr. Crampton conhece o sistema de doutrina e prática ensinado nos Padrões de Westminster. Portanto, é como “alguém de dentro” que ele questionou inicialmente a autoconsistência do batismo e do batismo infantil encontrados neles. Ele convocou muitas testemunhas para apresentar uma apologia forte, ponderada e pacífica para uma conclusão provocativa. Ele fez isso sem rancor e destruiu facilmente os espantalhos. Acredite ou não no pedobatismo, este é um livro que você deve ler. Ele “endireita a verdade…”, como John Tombes diria.

Michael T. Renihan

Autor de “Antipaedobaptism in the Thought of John Tombes”.

 

Um homem corajoso é aquele que argumentará que os Padrões de Westminster são contraditórios em seus ensinamentos sobre o batismo. Gary Crampton é um desses homens corajosos. Ele observa em seu segundo capítulo: “A definição de batismo dada pelos Padrões, que é totalmente bíblica, não permite o batismo infantil. Este é o argumento desta monografia. Uma análise bíblica da definição de batismo da Assembleia de Westminster confirmará o argumento”.

Na minha opinião, Crampton não é apenas corajoso, mas está certo. Nos Padrões de Westminster, historicamente, há uma compreensão evangélica do cristianismo e vestígios de uma compreensão sacramentalista. Que muitos considerem seriamente se Crampton está correto ao pensar que o pedobatismo dos Padrões de Westminster é um desses vestígios.

Samuel E. Waldron

Autor de “Uma Exposição Moderna da Confissão de Fé Batista de 1689”.

Informação adicional

Peso 0.200 kg
Dimensões 21 × 14 × 1 cm
Autor

Páginas

196

Acabamento

Brochura

Ano

2024